Profecias

Na carta transcrita abaixo e enviada ao Missionário Francisco Lembi, Raymundo Lopes descreve a origem do que se convencionou chamar na Obra Missionária de Profecias. São pequenos registros do que Raymundo ouviu de vozes desconhecidas.

“Prezado Francisco,

Francamente, não sei como começar.

Durante anos, de 1992 a 2001, comecei a escutar vozes, bem audíveis, que me falavam.

Eu escutava e ficava calado; não respondia e nem procurava escrever o que ouvia.

De repente, essas vozes cessaram. Não as escutei mais, desde 2001.

Graças a Deus pararam, porque isso estava me deixando sem rumo.

No meio daquele turbilhão de coisas que me aconteciam, que você sabe muito bem, fiquei perdido e não tinha coragem de falar com ninguém sobre essas vozes.

Muitas se perderam, mas a partir de certo momento tinha sempre comigo uma caneta, e no primeiro papel que me aparecia eu escrevia o que estava escutando.

Não procurava entender o que ouvia; apenas escutava e escrevia.

Fui guardando esses pedaços de papel num envelope, e ele ficava no cofre, o mesmo que permaneceu fechado, com a porta travada, por um bom tempo e que, inexplicavelmente, abriu na semana passada sem dificuldade.

Agora, ao abrir o cofre, a primeira coisa que aconteceu foi que esses papéis caíram, espalhando-se pelo chão. Nesse instante a voz retornou, dizendo:

‘Chegou o momento; tire tudo daí’.

Eu fiquei em pânico, porque não tenho vontade de voltar a escutar essa voz que falava comigo. Então resolvi retirar tudo dali e destruir os papéis.

Quando eu quis atear fogo nos papéis, aconteceu do fogo não pegar neles de forma alguma.

Aí escutei de novo a voz:

‘Não coloque fogo nestes papéis; dê curso à história’.

Eu então resolvi responder:

‘Que história? Quem é você?’

E a voz me disse:

‘Não destrua isso agora. Reúna-os no que vocês chamam de computador; depois, eu mesmo destruirei esses papéis’.

Então, reuni tudo no computador. Depois disso, os papéis sumiram na minha mesa e não os achei mais. Perguntei a todos em casa, mas ninguém sabia do envelope pardo.

Estou lhe passando o que havia escrito naqueles papéis.

Não sou profeta e espero que isso não se configure como profecia. Apenas escutei e escrevi.”

Leia abaixo todas as Profecias:

  • fev2009

    De Raymundo Lopes para Francisco Lembi

    20 de fevereiro de 2009

    Prezado Francisco, Francamente, não sei como começar. Durante anos, de 1992 a 2001, comecei a escutar vozes, bem audíveis, que me falavam. Eu escutava e ficava calado, não respondia e nem procurava escrever o que ouvia. De repente, essas vozes cessaram, não as escutei mais, desde 2001. Graças a Deus...

  • Conhecerá de novo o que foi dito

    19 de fevereiro de 2009

    Prezado Francisco, Conforme você me pediu, rezei muito para lembrar o que a voz me tinha dito em 1992. Estava na Capela, ontem, por volta das onze horas da noite, quando escutei uma voz dizendo: “Vá ao computador”. Fui, abri uma pasta e comecei então a escutar essa mesma voz, dizendo-me o que...

  • jan2001

    Mil anos de paz

    6 de janeiro de 2001

    Ano de 2001 Haverá mil anos de paz depois disso tudo; mas, antes, a Igreja sofrerá um duro golpe com o destronamento de um Papa.   Comentário: Paz – O reino de mil anos, descrito no apocalipse, capítulo 20, sem a presença maligna de Lúcifer na terra. Golpe – Em...

  • Uma grande seca

    5 de janeiro de 2001

    Ano de 2001 Uma grande seca está prevista para a Europa. Os animais morrerão no campo, e toda a Europa, junto ao Papa, estará rezando, pedindo a Deus que mande chuva. Uma montanha enorme se elevará no centro da Europa e cuspirá fogo que atingirá muitos continentes.   Comentário: Em...

  • Um conflito sem precedente

    4 de janeiro de 2001

    Ano de 2001 Em Jerusalém cairá uma pessoa tão importante, que causará um conflito sem precedente na história; e um outro homem será colocado em seu lugar, que irá piorar ainda mais a situação.   Referência: LOPES, Raymundo. Um conflito sem precedente. In: LEMBI, Francisco. Raymundo Lopes, Daniel: Uma incógnita dos finais dos...

  • A escrita

    3 de janeiro de 2001

    Ano de 2001 Está próximo o tempo em que a escrita desaparecerá, dando lugar à troca de pensamentos, sem papel e nem tinta.   Referência: LOPES, Raymundo. A escrita. In: LEMBI, Francisco. Raymundo Lopes, Daniel: Uma incógnita dos finais dos tempos. Belo Horizonte: Magnificat, 2010. p. 22.

  • Grande massa

    2 de janeiro de 2001

    Ano de 2001 Uma grande massa se aproxima da Terra, e numa noite poderá ser vista nas frias terras da Europa; fará uma abertura enorme e dali sairão coisas difíceis de serem contadas.   Referência: LOPES, Raymundo. Grande massa. In: LEMBI, Francisco. Raymundo Lopes, Daniel: Uma incógnita dos finais dos tempos. Belo Horizonte:...

  • Ano de 2001 As pessoas só pensarão em ganhar dinheiro, e quanto mais ricos forem, mais dinheiro desejarão. As pessoas que possuírem muito serão poderosas, quem tiver pouco ou nada será servidor dos poderosos. Desses servidores, muitos vestirão de farrapos, estarão mendigando, dormirão em qualquer lugar, vivendo como pessoas miseráveis....