Quando meu Filho retornar, somente se salvarão os que estiverem limpos de coração

image_pdfimage_print

Na última terça-feira dos primeiros encontros, Nossa Senhora aparece novamente na gruta da Basílica de Lourdes. “Quando meu Filho retornar, baixar o seu braço sobre a humanidade e fizer cumprir tudo o que foi dito, somente se salvarão os que estiverem limpos de coração”.

07 de abril de 1992

Na segunda-feira, 6 de abril, resolvi procurar novamente o padre Narciso, desta vez acompanhado da Cecília, para falar do meu alívio por não ter atendido ao seu conselho. Ao vê-lo, reparei que os seus olhos estavam claros e seu semblante sereno, com um franco sorriso nos lábios. Comentando o fato ocorrido na semana anterior, quando ele me mandou sair da igreja, tive uma surpresa ainda maior, pois ele negou ter estado comigo e afirmou que não havia tido nenhum problema nos olhos. Então, quem é que tinha me abordado na basílica1, tentando me afastar dos diálogo com Nossa Senhora?… Aproveitei então para lhe pedir autorização para receber Nossa Senhora no interior da basílica no dia seguinte. Ele, além de consentir, disse que estaria comigo.

No dia 7 de abril chegamos à basílica, mais precisamente à capela da gruta, às 16:30. Aproximadamente cento e cinquenta pessoas nos esperavam, inclusive o padre Luiz Duque de Lima. Estavam comigo também a minha esposa e a Cecília.

Ao terminar o Terço, acompanhado pelo padre Narciso, comecei a perceber a formação daquelas estrelinhas já tão conhecidas, as quais emolduraram toda a gruta como num passe de mágica. Do centro deste halo de luz, surgiu Maria Santíssima, maravilhosamente bela, suave, com um sorriso radioso. A visão tomava toda a extensão da gruta. Tudo ao redor desapareceu, consumido pela luz que irradiava de Nossa Senhora.

Neste momento eu sentia tão-somente o arrebatamento maravilhoso de estar ali presente diante da Mãe de Deus, a mesma que foi vista por Catarina, Bernadete, Lúcia, Jacinta, Francisco… Aquela de quem Bernadete escreveu: “Nossa Senhora é tão linda que quem a viu só deseja morrer para vê-la de novo, para sempre, no Céu”. O meu coração parecia não resistir a tanto esplendor. Era um pedacinho do Céu que estava na minha frente e falava comigo. Meu Deus, eu não sou digno disso!…

Nossa Senhora então me disse, num tom suave e melodioso:

– Meu filho, esta é a última terça-feira dos nossos encontros. Agradeço a sua perseverança e o abençoo. Que o Espírito Santo o ilumine. Hoje termino pedindo que medite atentamente sobre tudo o que lhe disse neste período. São instruções dadas para que, espelhando-se nelas, a Igreja possa esperar Jesus e vencer esta batalha contra o Diabo. Uma nova situação se aproxima, e somente uma Igreja estruturada nos bons princípios, simples e objetiva, atenta aos mandamentos, poderá sobreviver sem manchas depois do retorno de Jesus. Eu serei a grande vencedora neste processo, e desejo que esteja comigo o maior número possível de almas. Tudo isso depende unicamente de vocês, e nada posso fazer senão chamar-lhes a atenção sobre o que está por acontecer. Quando meu Filho retornar, baixar o seu braço sobre a humanidade e fizer cumprir tudo o que foi dito, somente se salvarão os que estiverem limpos de coração.

– Senhora, eu insisto, todos querem que a Senhora faça um grande milagre, como fez em Fátima. Isso pode ser feito?

– Não será através de milagres que vocês acreditarão e tomarão o caminho certo; eles de nada adiantam. A incredulidade chegou ao ponto de vocês não acreditarem nem mesmo nos sinais dos tempos, tão evidentes, ao alcance de todos. Usem da inteligência, e percebam os meus sinais; eles estão em toda parte. Convertam-se, convençam-se da necessidade de uma mudança de hábitos com extrema urgência.

– Senhora, estou percebendo desde o início a sua preocupação com a Igreja, principalmente diante da vinda de Jesus. Mas como é que eu vou convencer os padres e os bispos da necessidade dessas mudanças?…

– O futuro da Igreja está fundamentado nos ensinamentos de Jesus. As crianças de hoje serão os cristãos fervorosos de amanhã, retos e cumpridores dos deveres, se lhes forem implantadas hoje as bases do bom procedimento. Invistam nelas agora, e terão as mudanças do amanhã; somente assim terão resultados. Os adultos têm a mente já impregnada da total falta de respeito e temor a Deus, assim dificilmente será esclarecida; eles sim necessitam de milagres para crer e emendar-se. O grande milagre será a mudança total e radical, caso as minhas palavras sejam levadas a sério. Aos sacerdotes jovens, chamo a atenção: pratiquem ao máximo o fervor, vivam o Evangelho, estruturem a Igreja do futuro, porque será nela que descansarão as suas cabeças. Nada lhes será poupado, e de nada valerá clamar aos Céus, porque será tarde demais. Aos bispos: deem maior atenção às novas vocações, não negligenciem as doutrinas da Igreja, não se deixem levar pelas facilidades mundanas, porque levarão a Igreja à ruína, e por isto serão responsáveis, serão cobrados no Céu.

– Senhora, eu vou vê-la depois deste encontro?

– O conjunto de instruções passadas a você termina hoje. Os avisos e informações para o seu amadurecimento espiritual também. Não é plano para que me veja mais, pois não é necessário; só em caso extremo voltarei. Jesus deseja entregar a outros a tarefa de prosseguir no aviso sobre o seu retorno. Somente Jesus sabe como deverei proceder. Caso contrário, nos encontraremos no Céu, e estarei presente em todos os atos da sua vida.

– Quer dizer que eu não vou vê-la mais?

– Se for necessário, e se for da vontade de Jesus, voltarei. Tenho ainda muita coisa a lhe falar. Você concorda em dedicar cinco anos da sua vida ao meu serviço?

– Sim, concordo – respondi prontamente. – Tudo o que a Senhora me pediu e o que me pede agora acho difícil de cumprir, porque os padres e os bispos não acreditam, e nem querem me receber. O que vai acontecer se não for possível fazer chegar a essas pessoas o que a Senhora me diz?

– O que lhe passei neste período são regras a serem adotadas com extrema urgência; é o remédio eficaz que evitará um mal maior.  Somente a Igreja poderá administrar isto. São os últimos avisos do Céu, e se não for feito, será cumprido o que está escrito, e será a ruína da Igreja. Diga isso a eles.

– Vou dizer, mas não vão acreditar… O padre Mário deseja saber o que a Senhora quer dele.

– Dom Mário foi enviado a você para que se cumpra a missão dele no Brasil, somente isto.

– E qual é?

– Fazer com que este conjunto de mensagens seja colocado a público; para isto o meu Coração está junto ao dele.

– Por que a Senhora não fala isso a ele?

– Isso não é necessário responder.

– Senhora, posso lhe fazer algumas perguntas pessoais?

– Seus parentes estão bem. Sua família tem a minha bênção. O Diabo não importunará vocês, se forem consagrados a mim. Você ficará ainda um bom tempo na Terra, para cumprir o que Jesus lhe pede. Lembre-se sempre dos nossos diálogos quando estiver angustiado, e tudo ficará bem. Fale sempre comigo, com Jesus e com o seu anjo da guarda; nós lhe responderemos ao coração. Você nunca estará só.

Dito isto, comecei a escutar vozes cantando baixinho uma música incompreensível, mas extremamente melodiosa. De Nossa Senhora começaram a sair raios de todas as cores. Seu rosto iluminou-se com uma intensidade enorme, e de suas mãos saía uma luz forte. Ela movia os braços vagarosamente, e a luz passeava sobre todos os presentes.

Ela ainda disse:

– Não duvidem das minhas palavras. Abençoo a todos, e que o Espírito Santo os ilumine e proteja. Eu lhe peço: pratique a penitência.

A visão começou a elevar-se de mansinho, até que se desvaneceu por completo.

 

1 Basílica de Nossa Senhora de Lourdes, em Belo Horizonte.

 

Referência: LOPES, Raymundo. Quando meu Filho retornar, …somente se salvarão os que estiverem limpos de coração. In: LEMBI, Francisco. O Terceiro Segredo: A Vinda de Jesus. Belo Horizonte: Magnificat, 2005. p. 45-48.