Mostrem com caridade a quem os ofende o caminho do Céu

A Igreja de Cristo deve ser para vocês a rocha inabalável onde se alicerça o caminho da salvação. Em cima da segurança dessa rocha, quando os ofenderem por causa das minhas mensagens, procurem mostrar com caridade a quem os ofende o caminho do Céu através delas.

10 de setembro de 1996

Meus filhos,

A Igreja de Cristo deve ser para vocês a rocha inabalável onde se alicerça o caminho da salvação. Em cima da segurança dessa rocha, quando os ofenderem por causa das minhas mensagens, procurem mostrar com caridade a quem os ofende o caminho do Céu através delas. Procedam com resignação e carinho, e não façam alarde dessa ofensa. Se os escutarem, estarão, com paciência, conquistando almas ao Céu. Caso contrário, se nesse primeiro contato não obtiverem sucesso, insistam, estando com vocês outras pessoas, para que deem testemunho do que sentiram com as minhas palavras e sinais. Se isso for inútil, mostrem-lhes na trilha da Igreja o ponto em que tanto insisto: que vivam as palavras de Jesus contidas no Evangelho. Se, depois de tudo isso, continuarem sofrendo a barreira da indiferença, tratem-nos igual, porque corações endurecidos pela descrença serão sempre estranhos ao Sagrado Coração de Jesus e à vitória do meu Coração Imaculado. Deus, em sua infinita misericórdia, saberá no tempo certo, usando do seu critério divino, colocar-se diante deles para que a fé vença a descrença reinante na Terra.

Obrigada por terem atendido ao meu chamado.

Referência: LOPES, Raymundo. Mostrem, com caridade, a quem os ofende, o caminho do Céu. In: LEMBI, Francisco (Org.). Uma voz que fala aos meus ouvidos. 3. ed. Belo Horizonte: Magnificat, 2015. p. 242.

Os comentários estão fechados.