Mil anos de paz

Ano de 2001

Haverá mil anos de paz depois disso tudo; mas, antes, a Igreja sofrerá um duro golpe com o destronamento de um Papa.

 

Comentário:

Paz – O reino de mil anos, descrito no apocalipse, capítulo 20, sem a presença maligna de Lúcifer na terra.

Golpe – Em 1996, Raymundo ouviu em sonho: “Com Marte adverso, a monarquia do grande Pescador terá problemas ruinosos. O jovem rei vermelho tomará o governo. Os traidores agirão num dia brumoso”.

Em Final de Milênio III, Jesus disse a Raymundo: “É necessário que se unam e se entendam, porque um reino dividido torna-se  presa fácil ao inimigo. (…) Minha Casa encontra-se dividida e infestada, tomada por uma maçonaria eclesiástica sem precedentes, cujo intuito é desacreditar os dogmas de minha Igreja e afastar vocês de Mim. Meus sacrários estão violados por mãos impuras, e minhas palavras desvirtuadas para atender a interesses sociais pecaminosos. Desejo realizar o que me pede minha Mãe, para que o seu país seja a minha morada, e este continente celeiro espiritual para toda a humanidade, no milênio que se aproxima. Convertam-se com urgência; caso contrário, o nascer para esta graça será realizado através de grandes dores.”

 

Referência: LOPES, Raymundo. Mil anos de paz. In: LEMBI, Francisco. Raymundo Lopes, Daniel: Uma incógnita dos finais dos tempos. Belo Horizonte: Magnificat, 2010. p. 22.

Os comentários estão fechados.

Copied!