Eu sou a Mãe compassiva

Filhos meus, Eu sou a Mãe compassiva que os assiste em todos os momentos da vida de vocês. Deixem que Eu os conduza também nos momentos difíceis, para que possam compreender o verdadeiro valor do sofrimento com Deus.

02 de março de 1993

Vigília quaresmal na Basílica de Lourdes – BH

Primeiro Mistério

Filhos meus, Eu sou a Mãe compassiva que os assiste em todos os momentos da vida de vocês. Deixem que Eu os conduza também nos momentos difíceis, para que possam compreender o verdadeiro valor do sofrimento com Deus.

Segundo Mistério

Quero estar com vocês também nesta quaresma. Reflitam bastante e repassem suas vidas, num propósito de somente dar a Deus um coração puro e sem manchas.

Terceiro Mistério

Há momentos em que vocês experimentam o sofrimento junto com a sensação do afastamento de Deus. Nesses momentos quero estar presente, para que não esmoreçam e possam entender que isso advém da vida em pecado. Mas para que Eu possa realizar esta tarefa, é preciso que rezem e não cedam às tentações.

Quarto Mistério

Carregarmos a cruz com amor exige uma fé firme e muita confiança em Deus. Deixem que Eu também os ajude nesta tarefa. Coloquem sobre os meus ombros a sua cruz. Eu os ajudarei no coração.

Quinto Mistério

Queridos filhos, agradeço a vocês este dia nesta Basílica. O amor reuniu todos vocês neste dia de oração. Levem agora este amor para casa e suas famílias. Permitam que Eu e meu filho Jesus os acompanhem.

Obrigada por terem atendido ao meu chamado.

 

Referência: LOPES, Raymundo. Eu sou a Mãe compassiva. In: LEMBI, Francisco (Org.). Uma voz que fala aos meus ouvidos. 2. ed. Belo Horizonte: Magnificat, 2006. p. 19-20.

Os comentários estão fechados.

Copied!