Falece o padre Mário Gerlin

Nossa Senhora aparece a Raymundo durante o funeral do padre Mário Gerlin. “Que a paz esteja com todos vocês. Dom Mário está comigo, graças a Deus”. Além da bela notícia, a Virgem marca dois encontros para transmitir novas instruções.

01 de março de 1993 

Era por volta de 10:30 quando cheguei ao sanatório de Bambuí para o velório do padre Mário Gerlin, que falecera em Belo Horizonte no dia 27 de fevereiro. Na minha companhia estavam a Cecília, a Ricardina e o Francisco Lembi. Às 13:30, aproximadamente, me dirigi à capela das irmãs do Monte Calvário. Elas rezavam o Terço, que também passei a acompanhar.

Quando faltavam três Ave-Marias para o término do Terço, Nossa Senhora manifestou-se em todo o seu esplendor. Era Maria Santíssima que chegava sem que eu a esperasse. Imediatamente me ajoelhei, e perdi totalmente a noção de onde me encontrava; só conseguia fixar-me na figura esplêndida e radiante da Santíssima Virgem. Seus grandes olhos, doces e calmos, me fitavam. Ela estava toda de branco, e como das vezes anteriores, uma luz branco-azulada brilhava aos seus pés.

– Que a paz esteja com todos vocês – Ela começou. – Dom Mário está comigo, graças a Deus.

Com as mãos postas, Nossa Senhora passou um olhar terno pelas irmãs, que rezavam pausadamente o Terço. Virando-se para mim de novo, Ela continuou:

– Necessito falar com você na primeira sexta-feira deste mês, e na primeira do mês seguinte. Tenho instruções importantes para lhe passar.

– Onde e que horas, Senhora?

– Isto pode ficar ao seu critério. Estarei onde você estiver e manifestar o desejo de falar comigo, nestas datas.

– Onde está o padre Mário Gerlin?

Ela esboçou um sorriso:

– Dom Mário está bem. (…)1

Na sequência, Nossa Senhora despediu-se:

– Que a paz resida neste local. Muito obrigada por estarem aqui.

Dizendo isto, a visão foi se desvanecendo até desaparecer por completo.

Quando dei por mim, estava ofegante, maravilhado, perplexo pela surpresa. A madre Carmela entrou na capela, e eu, totalmente eufórico com o acontecido, comecei a contar-lhe a notícia que Nossa Senhora me dera:

–  Dom Mário está comigo, graças a Deus! Dom Mário está bem!

 

1 Nossa Senhora não pediu segredo para esta parte. No entanto, necessito omiti-la até que possa entendê-la melhor, quando então decidirei quanto à sua divulgação.

 

Referência: LOPES, Raymundo. Falece padre Mário Gerlin. In: LEMBI, Francisco (Org.). Diálogos com o Infinito. Belo Horizonte: Magnificat, 2007. p. 36.

Os comentários estão fechados.

Copied!