Conscientizem-se

São multidões famintas de um Deus cada vez mais distante, perdidas num deserto de vícios e fraquezas conduzidas pelo Diabo. Conscientizem-se da secura de seus corações e deixem que Jesus os vitalize com seu sangue precioso, onde a verdade e a honradez serão portadoras da felicidade e da esperança.

28 de setembro de 1993

Versão áudio

Caríssimos filhos,

Tenho falado a vocês desde fevereiro, e neste período minha preocupação é deixar sempre em evidência a necessidade da oração.

A vida agitada dos grandes centros urbanos não favorece o clima para esta prática. Este é o preço que se paga, abrindo caminho portanto às forças maléficas afastando-os de Deus.

Aqui reside o motivo pelo qual tanto tenho insistido, alertando-os no meio onde vejo que a presença de Jesus deve ser sentida com maior nitidez. Não posso permitir que suas palavras e ensinamentos contidos no Evangelho sejam diluídos pelas fantasias enganosas do progresso, que os iludem aceitando a prática de todos os vícios como naturais, chegando-se ao exagero de se perder totalmente a noção do pecado, que é um desrespeito às Leis Divinas. Cria-se um inferno na Terra, fomentado pelos próprios erros da humanidade.

São multidões famintas de um Deus cada vez mais distante, perdidas num deserto de vícios e fraquezas conduzidas pelo Diabo. Conscientizem-se da secura de seus corações e deixem que Jesus os vitalize com seu sangue precioso, onde a verdade e a honradez serão portadoras da felicidade e da esperança.

Filhos meus, Eu os amo muito; por isso falo.

Obrigada por terem atendido ao meu chamado.

Referência: LOPES, Raymundo. Conscientizem-se. In: LEMBI, Francisco (Org.). Uma voz que fala aos meus ouvidos. 2. ed. Belo Horizonte: Magnificat, 2006. p. 57.

Os comentários estão fechados.