Sei como você se sente

Maria Santíssima relata a Raymundo que a irmã Maria Teresinha Zonfrilli fora resgatada do Purgatório. “Por quê não?… Santos também passam por lá, porque no Céu somente entra quem nada deve a Deus, e Zonfrilli devia o pecado da falta de respeito às superioras da congregação e às irmãs de...

continue lendo

Uma experiência horrível

Raymundo tem uma nova experiência com as almas do Purgatório. “O Purgatório é um local de completo afastamento de Deus. Todos que estão ali procuram a face de Deus, mas não a encontram; elas necessitam da visão de Deus, mas não a têm”.

continue lendo

Um sinal: um presente vindo do Espírito de Deus

Raymundo estava angustiado com o aparecimento dos contornos de Nossa Senhora na parede na Capela Magnificat. Nosso Senhor orienta Raymundo sobre o valor dos sinais dados pelo Céu. “As hóstias estão em toda parte, em todas as igrejas. São os meus sinais e a minha presença entre vocês, e muitos...

continue lendo

Cinco testemunhos

Raymundo ouve cinco testemunhos de almas que foram resgatadas do Purgatório pelas orações dos missionários na Capela Magnificat. “Não posso explicar o que foi este sofrimento, muito diferente de tudo. O Purgatório é um mundo de tormento, é terrível, nada em comparação com o que vocês possam pensar”.

continue lendo

Oração pelas almas do Purgatório

Nossa Senhora exorta Raymundo e os missionários a rezarem pelas almas que padecem no Purgatório. “Se na hora da Missa na capela, você rezar esta oração e conscientizar as pessoas a rezarem-na, através de seu intermédio centenas e talvez milhares de almas serão resgatadas do Purgatório”.

continue lendo

Almas do Purgatório

Raymundo relata a experiência de ter conversado com almas que padecem no Purgatório. “Acreditem, tive uma experiência incrível. Vi diante de mim almas de pessoas que tinham vivido na Terra e estavam pagando por seus pecados no local que chamamos de Purgatório”.

continue lendo

Estou com fome, muita fome, me dê algo para comer!

Raymundo é chamado ao Hospital São Lucas, onde há um rapaz em coma faz dois anos. Os médicos discutem a validade de preservar-lhe a vida. Raymundo entra no quarto e, sentindo compaixão, dá um beijo da testa do rapaz, que acorda imediatamente. “Estou com fome, muita fome, me dê algo...

continue lendo

De Raymundo Lopes para Francisco Lembi

Prezado Francisco, Francamente, não sei como começar. Durante anos, de 1992 a 2001, comecei a escutar vozes, bem audíveis, que me falavam. Eu escutava e ficava calado, não respondia e nem procurava escrever o que ouvia. De repente, essas vozes cessaram, não as escutei mais, desde 2001. Graças a Deus...

continue lendo