Quinta-feira, 18 de agosto de 2005

Raymundo entende um sonho de 1999, em que viu a data “quinta-feira, 18 de agosto de 2005”. Nesta data começa uma nova fase para a Obra Missionária, com a nomeação pelo arcebispo metropolitano de um diretor espiritual para o grupo missionário e a licença para a conservação do Santíssimo Sacramento...

continue lendo

Um pássaro azul

Raymundo encontra o arcanjo nas matas da Vila del Rey. “Você precisa de luz. O Diabo o ronda furioso, mas pela vontade do Senhor bom Deus e a pedido da doce Senhora, ficaremos alertas até que essas tentações cessem”. Em seguida Raymundo tem uma visão da batalha espiritual que o...

continue lendo

A Estola do padre Narciso

Raymundo sonha com o padre Narciso, antigo pároco da Basílica de Lourdes, que o exorta a usar a estola dada de presente. “Já lhe mostrado em outras ocasiões o poder desta estola, que é para você usar, e você não está obedecendo. Esse pessoal precisa de ajuda e não sabem...

continue lendo

A quarta resposta do deserto

O anjo pede que Raymundo se faça disponível para orar pela Igreja. O grupo missionário marca então uma vigília para o dia indicado. Nos dias seguintes Raymundo tem sonhos em que fica clara a batalha que Satanás trava para que a imagem de Nossa Senhora Aparecida não seja entregue ao...

continue lendo

As dores de Nossa Senhora

Na Capela Magnificat, o arcanjo descreve para Raymundo algumas das dores que Nossa Senhora teve que enfrentar durante a sua vida terrena. Além disso, esclarece que Deus não nos nega a proteção dos anjos quando o pedimos com o coração contrito, e neste sentido lhe ensina uma bela oração.

continue lendo