Coletânea de Trechos por Tema

Índice: Coletânea de Trechos por Tema

 

I. Oração

II. Ciência da Cruz

III. Humildade

IV. Perfeição e Santidade

V. Eucaristia

VI. Evangelho

VII. Igreja

VIII. Predições e Promessas

IX. Espiritualidade X Materialismo

X. Conselhos e Advertências

XI. Obra Missionária

 

 

Oração

Inicia-se uma nova etapa, que deve ser encarada com otimismo cristão e acompanhada de muita oração. Somente deste modo arma-se e fortalece-se o espírito contra as fraquezas da matéria, e pode-se almejar construir algo de bom alicerçado na obediência aos princípios básicos das Leis de Deus. Observem a borboleta; verão nela o exemplo perfeito para que a vida de vocês ache graça perante Deus. De larva rastejante, e depois recolhida no casulo, alça voo mostrando a todos a beleza das cores criadas por Deus em suas asas. Este princípio aplica-se bem na vida cristã. Transmudem-se como a borboleta. Reconheçam a soberania de Deus em suas vidas. Recolham-se em oração para que Deus, o Divino Artífice, com sua misericórdia lhes dê asas coloridas de santidade para que possam alçar voo de encontro à sua Luz. Meus filhos, reconheçam em Deus um Pai e, em vocês, herdeiros do tesouro inesgotável da vida eterna ao seu lado. Não se tornem párias do seu amor abraçando o pecado. (04/01/1994)

É meu desejo deixar gravado no coração de cada um de vocês o valor da oração através do que transmito, para que possam alcançar um alto grau de espiritualidade que os aproxime de Deus. A luz do sol, ao refletir na relva molhada pelo orvalho da manhã, faz com que ela se ilumine, transformando o prado num grande espetáculo de luz. Ao orarem com humildade e desprendimento, vocês se tornarão como pequeninas gotinhas d’água cristalina prontos a refletir a Luz de Deus, transformando a terra num imenso prado orvalhado iluminado pela fé. Eu lhes afirmo: é através da oração que a terra se ilumina, clareando o que está no Evangelho para que Ele possa ser entendido e aplicado em suas vidas. Vivam o Evangelho e peçam a Luz do Santo Espírito para que, esclarecidos, vocês se tornem luminares das palavras de Jesus em toda a terra. (11/01/1994)

A maior misericórdia de Deus para conosco, depois da queda provocada pelo pecado da desobediência, foi a de podermos continuar a orar. A oração é, pois, a janela para o Céu; é a possibilidade de nos colocarmos em comunhão com o Bem Supremo. Entretanto, observo que a maioria de vocês ainda não aprendeu a orar. A vida moderna os arrasta, tirando de vocês o tempo, o hábito e o gosto de conversar com Deus. Fico triste em ver como são breves e apressadas as visitas ao Santíssimo, e percebo no íntimo de vocês com que ansiedade participam da Missa. Esses poucos momentos parecem se transformar numa eternidade. Meus filhos queridos, Jesus passava noites em oração, e todos os santos do Céu foram grandes contemplativos na terra. Vejo passar diante de meus olhos multidões mantendo com Deus uma relação de etiqueta, rezando somente nos dias de festa, mesmo assim com o pensamento fixo no trabalho que os espera. Não basta recitar ou ler longas orações em dias e horas prefixados. Jesus responde à oração sincera com as palavras do Evangelho, adaptando-as à inteligência ou à necessidade do momento. É necessário refletir sobre elas, e quando não as compreendemos, ou não as queremos compreender porque vão contra as nossas paixões, peçam com simplicidade: “Senhor, eu não tenho forças para te compreender e ir ao teu encontro, me ajuda”. E Ele ajuda. (15/11/1994)

Nos tempos atuais, a pressa tem sido um estado de espírito permanente na vida de vocês. Quando os percebo agitados, poucos minutos em oração são suficientes para que a mente de vocês seja invadida por uma avalanche de pensamentos inúteis, levando-os à dispersão. Bastam cinco minutos de recolhimento para que a distração interrompa a conversa com Deus. Por causa disto, a resposta divina a nosso apelo é também interrompida. Filhos amados, quem reza bem não está perdendo tempo. O trabalho renderá melhor depois de uma conversa com Deus, sem pressa e sem distração. O Senhor da vida e de nossos dias dará Sua resposta. Eu lhes afirmo que o ponto de fusão entre o homem e Deus, entre o finito e o infinito, é a oração. É através da oração que devemos oferecer ao Pai a nossa vontade, para que Ele nos apresente a dele. (29/11/1994)

Percebo que vocês estão perdendo a linguagem da interioridade, e isto muito me entristece. A linguagem coloquial entre vocês e o Céu é uma aventura interna muito rica, que não pode ser abandonada. Quando vocês crescem na interioridade, o mundo e o universo deixam de ser limitados pela razão, porque o espírito alça voo ao infinito numa busca obstinada a Deus. É, portanto, minha tarefa transmitir essa busca por meio da interioridade, amparada na fé de que Deus quer falar ao coração de todos vocês. Eu própria sou a encarnação do que lhes ensino. Por isso, pela graça de Deus, posso e desejo dar a vocês os meios para essa busca. Meus filhos queridos, a interiorização levará vocês à santidade e à vida eterna. (24/01/1995)

Necessito lembrar-lhes mais uma vez a necessidade da oração. O que existe de mais rico sobre a terra não poderá ser comparado, em valor, a um coração contrito. Quem ora torna possível o impossível. Aquilo que para nós é extremamente difícil, nas mãos de Deus tornar-se fácil, e isto se consegue através da oração. A pessoa que reza com o coração nunca cairá em pecado, porque terá sempre a proximidade de Deus e dos Anjos do Céu a ampará-la. Filhos amados, tirem algumas horas do dia para rezar e terão como recompensa a paz de Deus. (07/03/1995)

É necessária, de uma vez por todas, uma tomada de consciência urgente nos caminhos da oração. Ela é o meio com o qual Deus estabelece o diálogo entre o homem e Ele; e isto tem que ser encarado de forma objetiva e sincera. (22/06/1993)

Eu gostaria de sentir em todos vocês a disposição em dizer sempre “Sim” à vontade de Deus. Gostaria que este “Sim” fosse uma entrega verdadeira, porque esta palavra significa um sinal de criação e não de passividade. Assim, Eu recomendo a todos que, ao orarem, precedam suas preces com estas palavras: “Senhor , seja feita a Tua vontade”. A oração iniciada com o desejo de abraçar a vontade de Deus e terminada com a intenção de colocá-la em prática deixa vocês imunes à preguiça, ao desânimo e ajuda dar a este “Sim” a força necessária para não colocá-lo sob condicionamentos. Meus filhos, nós somos criaturas de Deus dotadas de pensamento, e como tal necessitamos de saber e sentir o gosto da verdade por meio da oração. Devido às nossas limitações, somente entraremos em contato com esta verdade se estivermos em total comunhão com o pensamento puro, que é Deus. O próprio Jesus, ensinando os fariseus a orar e chamando sua atenção pela exterioridade com que o faziam, disse: “Quando quiserem orar, entrem no quarto, fechem as portas e falem com o Pai secretamente”. Isto porque Ele sabe que a oração consiste em entrar em si mesmo e pedir a Deus, através da verdade, explicações por tudo que nos acontece e ajuda por nossa falta de confiança em Sua Divina Providência. Deus, em Sua infinita Misericórdia, nos responderá prontamente. (22/11/1994)

Olho para todos com o carinho de mãe e passo a cada um de vocês o desejo ardente em ajudá-los no propósito de uma maior proximidade com Deus através da oração pessoal. Reflitam sobre a atitude do homem que, aos gritos, clamava para que Jesus o curasse. Os que acompanhavam meu Filho advertiram aquele homem para que se calasse e não fizesse tanto alarido. Ele pedia para que Jesus o curasse, porque era confiante que sua súplica seria atendida. Ele mesmo fazia chegar a Jesus o seu clamor, sem intermediário. Gritem então bem alto o nome de Jesus vocês mesmos, para que obtenham, através do Seu imenso amor pela humanidade, as graças necessárias para a cura do corpo e do espírito. Por que pedir para que orem por vocês, quando Deus quer escutar a cada um, quando isto é possível? A oração fraternal é fundamental e tem um valor imenso, mas não substitui o clamor de uma alma contrita num colóquio confiante ao Deus que pretendemos ter como Pai. Confiem e orem uns pelos outros, mas tenham sempre em mente a figura do homem que, em altos brados, clamava por sua cura, indiferente à discrição solicitada pelos que estavam com Jesus. Sempre que puderem, peçam vocês mesmos, com o coração aberto. Deus quer ouvi-los como Pai carinhoso, pronto a atendê-los. (09/11/1993)

Se vocês quiserem dirigir suas vidas acreditando somente nas coisas materiais, desprezando o maior dom da vida que é o diálogo com Deus, não chegarão a lugar nenhum. Acreditem que Deus está na vida de cada um, queiram ou não. Encontrem-se com Deus através da oração. (09/03/1993)

No Céu, espero-os. Para que isto aconteça é imprescindível que descubram o verdadeiro valor da oração. Tão importante como o ar que respiram é a presença constante de Deus em suas vidas. (09/03/1993)

Eu insisto: rezem! Reservem algumas horas do dia para um diálogo com Deus. Vocês estão vivendo dias de total dispersão, e isto os afasta do Céu. As facilidades com as quais lidam no dia-a-dia criam uma aparência de normalidade e os levam a se esquecerem da existência de Deus em suas vidas. Não se deixem levar somente pelos bens materiais, se esquecendo dos bens espirituais. (27/04/1993)

É meu intuito trazer meu filho Jesus até vocês através da prática da oração, o único caminho eficaz para esse encontro. (18/05/1993)

Não se apeguem a fórmulas sofisticadas de oração que, sem que percebam, os afastam de Deus. Sejam simples e sinceros quando dialogarem com o Céu, e o Céu os retribuirá com graças de uma paz duradoura. Hoje, mais uma vez, termino pedindo: rezem pela paz. (08/06/1993)

Um dos maiores problemas da humanidade para com as coisas do Céu é a dispersão. Um coração disperso não estará nunca em sintonia com Deus. Rezem com atenção e sinceridade. Deus lhes responderá, se isto for feito de acordo com a vontade divina. (22/06/1993)

Com o progresso da comunicação, hoje torna-se possível, em questão de minutos, saber o que se passa nos confins da terra. Isto lhes foi concedido por Deus para que conheçam o poder destruidor do pecado em todo o mundo nestes últimos tempos. Observem, e verão que providências urgentes deverão ser tomadas para que a violência e a apostasia não tomem conta da terra. Apeguem-se à oração, rezem muito para enfrentar este poder, antes que seja tarde demais. Não temam; com o poder maior da oração, ainda existe esperança. (06/07/1993)

Sinto a correspondência de um pequeno grupo a meus apelos pela oração. Isto me conforta e fortalece a Igreja. Vocês não podem imaginar o poder desta prática. Ela é um dos meios com os quais é possível a realização de minha Obra. (20/07/1993)

Com as orações e sacrifícios de vocês, adquiro uma força cada vez maior para este movimento em prol da salvação de milhares de almas. Não abandonem a esperança, e continuem firmes. O mundo precisa das orações de vocês. (31/08/1993)

Eu sou a Theotókos (Mãe de Deus) e também a de vocês, e quero que saibam, neste mês consagrado ao Sagrado Coração de Jesus, que a oração acompanhada do amor e da humildade são as armas mais poderosas contra o demônio. (13/06/1995)

Neste século marcado pelo ateísmo, o silêncio e o recolhimento na oração formam uma arma poderosa contra as investidas do mal. No silêncio, onde Deus fala no coração de cada um de vocês, desejo que vigiem e orem; fiquem alertas para que o demônio não os domine. (27/06/1995)

JumpBtn-150x150 

Rosário

Outubro é o mês escolhido para comemorar o meu Rosário, o meio que, com a permissão de Deus, foi colocado para vocês como um penhor de minhas graças, através de centenas e centenas de gerações. Em suas contas, meditadas com atenção, transparece toda a história da salvação. Filhos queridos, não menosprezem graça tão abundante, porque o amor contido nessas pequenas contas transcende o conhecimento terreno. Eu amo o meu Rosário e o transformo em uma sólida barreira contra o mal quando vocês dele fazem uso. Ele é a armadilha contra a grande serpente negra. Ele os convida ao convívio com a oração e os prepara para receber Jesus na Mesa Eucarística, porque na melodia de suas invocações, quando rezado com amor e gratidão ao nosso Deus misericordioso, seus corações flutuam, embevecidos num abraço terno e afetuoso. Meditem este mês todo o meu Rosário, para que chegue a mim, junto ao sussurro melodioso de suas invocações, um grande brado de louvor a Jesus Eucarístico. Eu os escutarei através dele como Mediadora, e isto farei se o que peço for levado a sério. Cada um que trouxer consigo o meu querido Rosário estará sob a minha custódia; isto Eu lhes afianço. Eu os amo e os quero ao meu lado. (05/10/1993)

Para que a Igreja saia vitoriosa nesta batalha, amparem-se na Eucaristia e usem a arma do Terço, que tanto recomendo. (25/05/1993)

Insisto na oração diária do Terço. Rezem para que a paz permaneça entre vocês; rezem pela paz. Permitam que meu Jesus nasça todos os dias nos corações de cada um. (23/03/1993)

Eu serei a vencedora nesta batalha contra o mal. Vocês são o meu exército na terra. Usem o Terço e participem da Eucaristia. (06/04/1993)

Usem do meu Rosário e do que lhes forneci neste período, que serão protegidos pelo Céu quando a Justiça de Deus cair sobre a terra. (27/08/1996)

Eu sou a Senhora do Rosário, que os ama tanto. (13/05/1993)

JumpBtn-150x150 

Ciência da Cruz

O diamante, em seu estado bruto, necessita ser lapidado para refletir a luz e mostrar seu fulgor. Vocês, meus filhos, unidos em uma confiança incondicional ao Criador, são lapidados pelo sofrimento e conduzidos a levar às comunidades o brilho e a beleza da fé em Deus em todos os cantos da terra, como diamantes trabalhados pelo Céu. (14/12/1993)

Jesus disse àqueles que desejaram segui-lo: “Tome cada um a sua cruz antes de iniciar esta empreitada”. Isto quer dizer que, no ato de seguir Jesus, encontraremos inevitavelmente neste caminho momentos difíceis no cumprimento da palavra empenhada. A maioria de vocês deseja seguir Jesus, mas não quer admitir a cruz nesse contexto; e então, quando se inicia o sofrimento e a humilhação, simplesmente cancelam esse compromisso. Meus filhos, comportando-se dessa forma estarão ignorando aquilo que Ele nos disse: que seríamos perseguidos. A maior prova do amor de Jesus para conosco foi a cruz, e para nós a maior prova de amor para com Ele é fazer a Sua vontade, mesmo que frequentemente o resultado dessa escolha seja a cruz. Aquele que deseja construir algo em Cristo, elabore antes um orçamento. Caso contrário, poderá ver frustrado seu projeto de vida, pois somente obterá êxito se, numa opção sincera e calculada, segui-lo sem restrições. (12/09/1995)

O período da quaresma está por terminar, e Eu mais uma vez peço: rezem e permaneçam unidos a Jesus na semana que se inicia, para que possam viver passo a passo Sua entrega à Obra Redentora da humanidade. Ele, aniquilando-se na condição de escravo no caminho da cruz, revela ao mundo a salvação, não através do triunfo, mas do sofrimento, fazendo-se obediente até à morte. Aí está o que Jesus espera de todos vocês: tomar a própria cruz e segui-lo até à morte; e depois, com Ele e nele, ganhar a vida eterna. (22/03/1994)

Meus queridos missionários, Eu os amo muito. Minhas mensagens se tornam repetitivas, porque o meu alerta inicial deve formar para vocês um interminável eco, para que tomem o caminho da conversão antes que seja demasiado tarde. É meu desejo ajudá-los no difícil caminho do calvário da desunião em que se encontram. Esta cruz imposta pelo pecado se torna pesada, e com a permissão do bom Deus me é permitido ajudá-los a carregá-la. Peço que esta via dolorosa seja caminhada com o olhar fixo no amor e na misericórdia de Deus, que os aguarda na eternidade. Não basta sofrer, é necessário sofrer com amor, por amor, porque assim fez Jesus entregando-se por inteiro em prol desse caminho que nos direciona ao Pai que está no Céu. (24/12/1996)

Aos meus filhos que em breve terão sobre si a responsabilidade de representar Jesus na terra, falando e agindo por Sua Igreja, lembro que, junto à graça proveniente desta opção, vem o peso da cruz. Nestes tempos, grandes desafios terão que ser enfrentados com coragem e altivez, porque será uma época marcada por um pequeno espaço de tempo onde a presença de Satanás tornar-se-á redobrada, apesar de imperceptível a vocês. Eu, porém, em contrapartida, redobro minha vigilância. Confiem; estarei presente até o final deste tempo. (13/07/1993)

Desejo vê-los com o coração repleto de alegria, unidos ao de Jesus e ao meu, para que compreendam por que sofrem quando dão testemunho de minhas mensagens e meus sinais em toda a terra. Acreditem: serão recompensados no Céu. Não posso lhes prometer a felicidade na terra, porque, além de efêmera, está direcionada às coisas do mundo; mas posso lhes garantir: escutem-me, e viverão no Céu todas as bem-aventuranças declaradas na terra por Jesus. (30/01/1996)

Queridos e amados filhos, os mistérios dolorosos colocam vocês em contato com o caminho do Gólgota, fornecendo-lhes uma visão realista da purificação através do sofrimento. Jesus, num ato de amor, se entregou para a expiação dos pecados da humanidade, e isto necessita ser meditado com atenção para que compreendam o verdadeiro sentido desta atitude de um Deus para com os homens. Meditem bem, e procurem compreender e viver os momentos cruciais da Paixão para que saibam como Deus os ama. (14/09/1993)

Filhos meus, a certeza da presença de Deus na vida de vocês não os livra do penoso caminhar no sofrimento. Ela torna-se o bálsamo que suaviza este caminho e os leva à glória da entrega aos desígnios de Deus confortados pelo amor que dele provém. Eu os acompanho como Mãe Compassiva, pronta a enxugar suas lágrimas nessa caminhada. (19/10/1993)

Caros e amados portadores do meu estandarte missionário, que a cruz seja para vocês o sinal da esperança, do amor e da caridade. Não deixem Jesus morrer no coração de vocês e, onde estiverem, sejam o reflexo da Ressurreição. Façam da cruz o escudo contra o mal. (14/12/1993)

Filhos meus, Eu sou a Mãe compassiva, que os assiste em todos os momentos da vida de vocês. Deixem que Eu os conduza também nos momentos difíceis, para que possam compreender o verdadeiro valor do sofrimento com Deus. (…) Há momentos em que vocês experimentam o sofrimento junto com a sensação do afastamento de Deus. Nesses momentos, quero estar presente para que não esmoreçam e possam entender que isso advém da vida em pecado. Mas, para que Eu possa realizar esta tarefa, é preciso que rezem e não cedam às tentações. Carregarmos a cruz com amor exige uma fé firme e muita confiança em Deus. Deixem que Eu também os ajude nesta tarefa. Coloquem sobre meus ombros a sua cruz. Eu os ajudarei no coração. (02/03/1993)

Desejo com minhas visitas levá-los também a fazer uma comparação entre as estrelas do céu e o coração de vocês. Ele poderá ser batido pelas dores e desilusões, vergado em todos os sentidos, mas as estrelas do céu, aos olhos de vocês, parecerão imutáveis. Então, ao fixarem as estrelas, vocês depararão com a sensação do estável, o que os forçará a descer ao fundo de vocês mesmos, onde encontrarão também qualquer coisa à procura dessa estabilidade. Descobrirão desta forma que a alma não quer ser assim, instável; ela quer ser melhor, evoluir, e este desejo é perene como o Céu. Este desejo brilha na alma, como a luz das estrelas. Meus filhos, como fazer para incutir na mente de vocês o desejo de reconhecer Deus como uma presença constante e imutável em suas vidas? Como fazer para mostrar a vocês como é maravilhoso este desejo de ser perene em nosso amor para com Deus, como as estrelas do céu? Existe somente uma resposta para estas perguntas: a força do amor. Por isso, amo e levo todo o meu amor a vocês. (13/12/1994)

Esta semana lembra a dor e os tormentos de meu querido Jesus, e isto muito me entristece. Meu coração se enche de dor quando passa por mim a lembrança daquela noite e o raiar da aurora mais angustiante dos meus dias na terra. Meu querido Jesus, que sob meus cuidados cresceu como um lírio imaculado regado com muito carinho, é condenado como um criminoso. Meu Jesus, meu querido Jesus, entregue a toda sorte de ultrajes, indefeso, obediente à vontade do Pai Celeste. Depois de uma aflita procura, o horror inundou minha alma naquele encontro, quando vi meu Filho querido sob o peso da cruz, totalmente desfigurado; e Eu, indefesa, sem nada poder fazer para aliviar tanto sofrimento. Senti meu corpo desfalecer ao ouvir o barulho dos cravos rasgando Sua divina carne com batidas ritmadas e torturantes. E ao ser erguido na cruz, meus olhos não podiam acreditar no que estavam presenciando. “Uma espada de dor transpassará seu coração!”, disse o velho Simeão. E naquele momento a profecia se cumpria e meu Coração, ferido e angustiado, não podia conter tanto sofrimento. Tudo está consumad.! Sim, tudo foi consumado em meu Filho querido, conforme previam as Escrituras; e Eu, ao lado de Sua cruz, e depois em Sua glória, permaneço na eternidade. Caríssimos, meditem bem e reflitam sobre tudo isto. Façam-se dignos deste ato de misericórdia de Deus para conosco, entregando Seu único Filho como vítima inocente de todos os nossos pecados. (29/03/1994)

JumpBtn-150x150 

Humildade

Jesus veio ao mundo através de mim porque deixei esvaziar até a última gota a minha vontade, ficando no fundo do meu Coração apenas o meu amor, para que a Sua vontade e o Seu amor transbordassem meu espírito plenamente. (14/06/1994)

Meus filhos queridos, por que vocês amam tanto as vaidades e procuram a mentira? Isto me entristece muito. Sejam pequeninos e puros como as criancinhas diante do Senhor, porque em suas bocas Ele colocou Sua fortaleza e Sua sabedoria. Eu peço a vocês que honrem o nome de Deus e que Ele seja grande em toda a terra. Hoje vocês comemoram a festa do reconhecimento da autoridade dada por Jesus a Pedro sobre Sua Igreja. Ele disse: “Seja o pastor de minhas ovelhas!” Pedro se apresenta como pequenino e humilde diante de Jesus, entregue a Seu comando como a criancinha a seu pai, esperando do Espírito Santo todo o ensinamento para o direcionamento de Sua Igreja. Se não forem como Pedro, não serão sábios, não serão pastores, não serão missionários. Sejam puros como as criancinhas diante de Deus e fortalecidos com Sua sabedoria, para que não sejam impedidos de conhecerem o bem e a verdade. (22/02/1994)

Sou a Serva do Senhor na obediência e no respeito às Suas Leis. (26/10/1993)

Quando todos se preocupam hoje em meditar sobre a morte, desejo lembrar-lhes da vida terrena, que a todo instante oferece a vocês a oportunidade para refletir sobre a vida eterna.  Deus é a fonte da vida em todo o seu esplendor. Na criação não existe lugar para a morte, a não ser aquela que condena ao afastamento a criatura do Criador. Se tudo não nos conduzisse ao encontro com a essência do existir em Deus, nada teria sentido. Ele é o ponto onde tudo se concentra. Ele é a vida, e vida em abundância. O respeito ao desabrochar da vida tem, neste princípio, o respeito ao nosso Deus. Não nos cabe legislar sobre o que provém das Leis Divinas, e de forma alguma somos autorizados a condicionar as leis naturais em proveito próprio. O perigo está no conhecimento distorcido, oferecido pelo avanço vertiginoso da ciência nestes últimos tempos. Ele procura o bem-estar humano no controle das leis da natureza, transformando o homem num ser irracional, incapaz de conduzir sua vida por si próprio. O discernimento entre o bem e o mal é uma responsabilidade adquirida com a perda da pureza, e esta responsabilidade implica no obedecimento (sic) das Leis de Deus, e não no seu controle. Isto nos distingue do resto da criação. A dificuldade na aplicação destes princípios provém da ação demoníaca desde a perda do Paraíso, tentando numa luta constante mantê-los fora do convívio com Deus. Esta é uma das razões pelas quais, por determinação do Pai Celeste e através de Sua misericórdia, alerto-os a olharem para o único ponto donde provém a Luz, ajudando-os a fugirem das trevas que teimam em envolvê-los. Tenham sempre na mente o propósito de obedecer a Deus através de Suas Leis manifestadas em tudo que nos cerca. Que o Deus da vida faça morada em seus corações. (02/11/1993)

Fui levada ao Céu de corpo e alma, beneficiada pelo amor misericordioso de Deus, e isto se deu unicamente devido à minha entrega completa à Sua vontade, no sentido de que fosse realizado em mim o necessário para o plano da salvação da humanidade. O meu “Sim” continua através dos séculos nesta Obra mediadora alicerçada no amor. (17/08/1993)

Meus caros e amados filhos, desejo falar-lhes sobre a glória, palavra que ultrapassa qualquer conhecimento que vocês têm sobre o seu verdadeiro significado, quando direcionado à luta do espírito em descobrir Deus em suas vidas. Meus queridos, Jesus, ao referir-se à glória do Pai, antecipa para vocês a luz em seu estado mais puro, nascida da força criadora de todas as coisas. E é para esta luz que Ele quer nosso retorno; por isso veio ao mundo, como o anúncio da caminhada de volta da humanidade ao Jardim do Éden, purificada por uma entrega total ao Pai Celeste, em obediência à Sua vontade. (21/12/1993)

O Pentecostes acontece agora em todos os cantos da terra, como um alerta à humanidade para que se converta através do discernimento. O maior dos sábios é aquele que reconhece, em primeiro lugar, sua pequenez diante de tanta sabedoria provinda do Espírito de Deus sobre os homens, nos conduzindo segundo Sua vontade, e humildemente se deixa levar por ela. Muitos são os que conhecem a Palavra de Deus; poucos são os sábios. (21/12/1993)

Se desejarem ardentemente servir a Deus, em toda a sua plenitude, sejam transparentes em hábitos e ações. Sejam como o translúcido cristal, que recebe a luz e a disseca em matizes de uma riqueza enorme para nossos olhos. Ao exemplo desta transparência, e com a sã vontade de servir a Deus, vocês entenderão por meio do Divino Espírito as palavras de Jesus e, estudando-as em todos os seus matizes, as colocarão em consonância com a época em que vivem, sem distorções. Este entendimento, através do estudo, e esta consonância, acompanhada do sopro do Espírito de Deus, é de uma riqueza enorme para a alma. Filhos queridos, quando falo lhes mostro o caminho; entretanto, ele somente será visível a vocês através da vontade pura e isenta de preconceitos em servir a Deus. (01/02/1994)

Por que será que, mesmo depois de uma oração profunda e ardente, a maioria de vocês se veem decaindo, com humilhação dos propósitos expressos nela, nas faltas mais vulgares? Eu respondo que é devido à soberba, e por não quererem oferecer a Deus os desejos contidos no coração de cada um de vocês, com receio de conhecer e aceitar os dele. Deus vê e quer somente o nosso coração. Tudo que não for acompanhado de retidão, de fidelidade, de amor, de caridade e do desprendimento às coisas terrenas não vale nada diante dele. A essência do que aqui expresso se resume nestas poucas palavras: quem ama a Deus observa os Seus mandamentos, vive sereno e confiante em Sua providência. (06/12/1994)

Meus amados filhos, estamos vivendo o Advento, que é a preparação para a celebração da vinda de Jesus à Terra. Esse acontecimento, meus queridos, foi de tal grandiosidade que Deus o preparou durante séculos. A minha morte para as coisas terrenas, diante de tanto amor misericordioso, ainda repercute em todo o mundo, e minha alma vive por isso na eternidade. Agora, o meu espírito em alegria canta louvores ao Senhor incessantemente, porque Ele percebeu, na minha pequenez, a condição de serva à Sua Obra Redentora. Por tudo isto, diante do Senhor, por Sua graça, fui e sou declarada Bem-Aventurada por todas as gerações. Coisas maravilhosas foram feitas em mim para a glória do Senhor; por isso, Santo, Santo é o Seu nome. Peço então o olhar misericordioso do Altíssimo para todos que O louvam e O adoram: “Exerce então, Senhor, a Tua força, para elevar a humildade e aniquilar a arrogância. Enche, Senhor, de coisas boas os corações famintos de Tua presença, para que os ricos de coisas da terra tenham consciência da pobreza de espírito em que vivem e percebam o Teu afastamento. Toma, Senhor, o Teu povo e cobre-o com a Tua graça, conforme nos prometeste. Senhor, faze prevalecer a Tua vontade em toda a terra, para a glória do Teu nome. Que o Espírito de Deus venha sobre a humanidade, cobrindo-a com a Sua sombra, para que Jesus seja concebido neste Natal em todos os corações que O esperam”. (20/12/1994)

Desejo continuar alertando-os sobre o poder do mal. Ele foi precipitado sobre a terra porque Satanás e seus seguidores, levados pelo orgulho, quiseram se equiparar a Deus. Eles desejaram, por sua própria escolha, colocar suas vontades no lugar da vontade de Deus, e esta foi a base de todos os pecados. Por este motivo, meus filhos, eles têm sob seu poder todos aqueles que escolhem viver nas trevas da maldade e da mentira. Se vocês não vivenciarem o que lhes falo no mundo todo, de nada adiantarão minhas mensagens, pois Eu os visito para que não caiam nas garras de Satanás. Meus queridos, a luz que vem de Deus é que dissipa as trevas criadas pelo Diabo; portanto, abram seus corações às minhas mensagens e aos meus sinais, para que percebam a luz misericordiosa de Deus direcionando-os para a verdade. (17/01/1995)

Na festa da minha Assunção, desejo vê-los unidos a Jesus, pois somente desta forma estarão em comunhão com a mais pura expressão do amor. Fui arrebatada ao Céu para, esmagando a cabeça da serpente, fazer cumprir esta grande comunhão de amor com o Pai através do Filho gerado por mim na terra. Eu vos dei Jesus, e minha Imaculada Concepção é a grande resposta do Altíssimo ao pecado da soberba. (15/08/1995)

.Elevem comigo o espírito de encontro a Deus: “Meu Pai, que habitas o infinito, minha escuridão de espírito necessita da luz de Tua misericórdia para achar o caminho que me conduzirá à Tua morada celeste. Faze-me tranquilo como o regato de água cristalina, que corre refletindo Tua criação. Extasia meu intelecto com a Tua presença, para que todos percebam em mim a Tua grandeza e reconheçam por isso minha pequenez diante de Tua sabedoria. Deixa-me entregue ao sabor da Tua vontade para transformar minha existência num reflexo do amor e da confiança que nos dás, por seres nosso Pai que está no Céu. Senhor da Criação, forja na minha alma a Tua imagem e semelhança, pois desejo participar contigo da bem-aventurança ao reconhecer-me como parte do Paraíso. Estende Tua santíssima mão até mim e tira-me da lama da iniquidade, porque desejo amar-Te e adorar-Te sobre todas as coisas. Amém”. Meus filhos, lembrem-se que Deus é amor, e somente através do amor será possível tê-lo no coração. (22/08/1995)

Meus queridos, a fé nos leva a servir a Deus incondicionalmente e a reconhecer nossa condição de servos. Ao entregarmos nosso espírito a Deus, imbuídos da plena vontade de apenas O servir, o entregaremos confiantes de que fizemos na terra o que nos foi estabelecido pelo amor divino: servir, servir… (10/10/1995)

Jesus disse que, ao retornar à terra, a encontrará submersa na apostasia. Isto pode ser atenuado, porque a misericórdia de Deus age em cima da vontade humana quando estamos predispostos, na humildade, a participar do convívio com o Céu, amando-O na pessoa do próximo. (24/10/1995)

Meus filhos, vejo-os prisioneiros do orgulho e da soberba. Devido a esse comportamento adverso às coisas do espírito, vocês estão sendo levados a desconhecer Jesus e Seus ensinamentos através do Evangelho. Quem é Jesus? Se não se fizerem pequeninos na terra, nunca compreenderão o que é ser grande diante de Deus, porque o maior de vocês será o menor no Reino do Céu, e somente através da renúncia às grandezas da terra poderão conhecer quem é Jesus. Eu sou a Mensageira Celeste que os prepara para receberem Jesus em Sua glória. Estabeleçam, pois, uma sólida barreira em prol da defesa de minhas palavras e de meus apelos à conversão. Caso contrário, serão vencidos pela crescente onda de orgulho e de soberba que avança sobre a terra. (19/12/1995)

Meus queridos, rezem: “Eu Te dou graças, Senhor do Céu e da terra, porque escondeste Tua grandeza aos orgulhosos, aos sábios e aos que se dizem entendidos do que desejas, e permitiste que os humildes e os que praticam verdadeiramente a Tua vontade tivessem acesso às Tuas maravilhas”. Com estas palavras desejo dar a vocês um exemplo de como direcionar suas vidas, procurando na simplicidade serem pequenos diante de Deus, para que Ele revele a vocês toda Sua Luz. (09/07/1996)

Todas as gerações me proclamaram e muitas ainda me proclamarão Bem-Aventurada, porque o Pai que está no Céu permitiu, com Sua misericórdia, que a minha alma seja o reflexo do seu Amor Divino. Por isso os visito trazendo Jesus, este Jesus que confunde o coração dos soberbos, derruba do trono os ímpios e exalta aqueles que se mostram humildes diante da Sua justiça. Desejo que conheçam o Jesus que sacia o necessitado de Sua graça e descarta de Sua presença aquele que, inflado de soberba, se julga dono da sabedoria. Peço que sintam o poder de Deus guiando-os com Sua misericórdia. Mirem-se no Céu, filhos amados, para que possam avaliar a pequenez das coisas da terra. Minha alma glorificada no Senhor deseja que vocês, com o olhar fixo na eternidade, sintam o maravilhoso em estar com Deus. (20/08/1996)

Quando me foi anunciado que seria a Mãe do Messias esperado por gerações e gerações, a minha alma se mostrou, diante do Senhor Deus, jubilante e pronta a fazer Sua vontade. Naquele momento Deus estava colocando diante de mim, numa angustiante espera pela redenção, toda a humanidade. Fiz do meu “Sim” um manto protetor a todos vocês. Façam agora sua escolha acertada e definitiva. Adotem, como sistema de vida, fazer a vontade do Criador. Aos que assim se decidirem, terão diante de si todas as bem-aventuranças. (29/10/1996)

Percebo-os num constante Getsêmani, asfixiados por uma angustiante espera, implorando a Deus o afastamento de problemas que os afligem e os levam a um desencanto pela vida. Quantas misérias do espírito poderiam ser evitadas, se estivessem dispostos a fazer e aceitar, com alegria no coração, a vontade de Deus. Ele, conhecendo o nosso caminhar na terra, como dono do nosso futuro, saberá nos fornecer o bálsamo da confiança em Seus desígnios. Como Pai amoroso, sua Divina Providência é sábia em nos fornecer o melhor para nossas vidas. Portanto, confiem em Deus. Entreguem-se a Ele. Verão dissipar com certeza todo o indício angustiante da solidão e o desconforto espiritual. (03/12/1996)

JumpBtn-150x150 

Perfeição e Santidade

Meus amados filhos, Deus quis que entendêssemos Sua existência por meio da criação, e por Sua vontade tanto nos amou que nos criou para sermos humanos, plenamente perfeitos e participantes de Sua proximidade. Ser plenamente perfeito é, pois, o sentido de toda a existência humana. Desgraçadamente, a mancha da desobediência destruiu todo o significado da vida. Meus filhos queridos, a amplitude do amor de Deus em resgatar a humanidade das garras do pecado foi tão grande que, por Sua graça, sou plenamente humana e perfeita para lhes dar Jesus. Este resgate foi possível pela força da fé em dizer “Sim” à Sua vontade. A reconstrução espiritual da humanidade, para que sejam plenamente humanos e perfeitos, não será uma ilusão se acreditarem e se conscientizarem de que para Ele isto é possível. Basta que a Sua vontade prevaleça em cada um de vocês, sem restrições. Que o Espírito Santo os ilumine ao lerem o que estou ditando, porque aqui está contida a peça-chave de todo o entendimento do humano com o divino. (01/11/1994)

Desejo com minhas visitas levá-los também a fazer uma comparação entre as estrelas do céu e o coração de vocês. Ele poderá ser batido pelas dores e desilusões, vergado em todos os sentidos, mas as estrelas do céu, aos olhos de vocês, parecerão imutáveis. Então, ao fixarem as estrelas, vocês depararão com a sensação do estável, o que os forçará a descer ao fundo de vocês mesmos, onde encontrarão também qualquer coisa à procura dessa estabilidade. Descobrirão desta forma que a alma não quer ser assim, instável; ela quer ser melhor, evoluir, e este desejo é perene como o Céu. Este desejo brilha na alma, como a luz das estrelas. Meus filhos, como fazer para incutir na mente de vocês o desejo de reconhecer Deus como uma presença constante e imutável em suas vidas? Como fazer para mostrar a vocês como é maravilhoso este desejo de ser perene em nosso amor para com Deus, como as estrelas do céu? Existe somente uma resposta para estas perguntas: a força do amor. Por isso, amo e levo todo o meu amor a vocês. (13/12/1994)

Meus filhos amados, estou levando-os à união perfeita: a união do Espírito de Deus com o espírito do homem. Rezem, rezem muito para que na eternidade, ressuscitados em Cristo Jesus, façam parte da legião de Anjos no Reino de Deus. (14/11/1995)

Ao finalizar este mês consagrado ao Sagrado Coração de Jesus, desejo falar algo sobre o sofrimento. Deus é amor; desta forma, o sofrimento humano não pode de forma alguma ser proveniente dele. O padecer da humanidade é o resultado do pecado original e de todos os pecados com os quais Deus é ofendido durante nossa existência terrena. Ele nos criou perfeitos; portanto, sem sofrimento. Infelizmente, devido ao pecado da desobediência aconteceu o afastamento, trazendo assim a marca do pecado. Excetuando minha pessoa, fruto da graça de Deus, todos nascemos com a marca desse pecado, fruto da desobediência. Para que essa nódoa fosse atenuada na humanidade, foi necessário o sacrifício de um Deus na pessoa de meu querido Jesus, que, imolado numa cruz, resgatou a todos para o retorno ao convívio celeste. Isto criou uma era de esperança, na qual insisto tanto para que esse sacrifício seja benéfico a todos, levando o maior número de almas ao Céu. Filhos meus, fico empenhada na tarefa de levar à terra a oportunidade que o Céu oferece em restabelecer esse vínculo. Uma pequena frase de meu Jesus é a fonte que possibilita e restabelece esse vínculo: “Sejam perfeitos, como o Pai é perfeito”. Interroguem-se: isto é possível? Amem-se, é a resposta. Ao adquirirem a capacidade de amar, estarão adquirindo junto todos os meios necessários para o restabelecimento do equilíbrio da alma, quando então aceitarão o grande milagre da vida como um dom de Deus, sendo por isso, então, um tesouro a ser preservado. A aceitação disso, unida ao amor fraternal, ocasionará em vocês uma paz interior tão grande que a felicidade voltará a povoar a face da terra. Repito: Deus, que nos criou, é amor e quer nos ver, como frutos deste amor, felizes ao Seu lado. (29/06/1993)

Reconheçam a soberania de Deus em suas vidas. Recolham-se em oração para que Deus, o Divino Artífice, com Sua misericórdia lhes dê asas coloridas de santidade para que possam alçar voo de encontro à Sua Luz. (04/01/1994)

Meus filhos amados, Jesus, ao fazer-se homem, mostrou a todos a face de Deus. Adotou o comportamento pacífico, e fez ver aos homens como Deus quer que sejamos na terra, isto é, uma extensão do Reino do Céu. Depois pregou, para que desejássemos isto. Jesus, ao se transfigurar diante de testemunhas, quis dar prova de Sua divindade para que possamos ter consciência do Seu poder, e deixou que essas testemunhas tivessem contato com a eternidade. Elas queriam ficar ali, porque viram e acharam bom o que sentiam. Eu desejo levá-los a sentirem as delícias do Céu, mas para isto é necessário que queiram saber até onde está Jesus, transfigurando a violência na mansidão e o ódio no amor. Não existe outro caminho ao Pai senão este. (05/03/1996)

É necessária uma mudança de hábitos que os conduza à santidade com urgência, pois quando as águas do pecado assumirem proporções diluvianas, tarde será clamar por clemência. Jesus estará com vocês em Sua glória a qualquer momento. Portanto, estejam preparados para recebê-lo com o coração repleto de amor. (05/12/1995)

Quero salvá-los para Deus, pois foram criados para a bem-aventurança e não para a perdição eterna. Desejo ser para vocês a estrela-guia que os levará a Jesus, para que, num elo de amor, prostrem a seus pés e O adorem. Meus queridos, almejo vê-los oferecendo a Deus todos os tesouros do espírito para que, na santidade, tenham a graça de poder viver as coisas do Céu na eternidade. Toda a riqueza da terra não vale uma ínfima parte do Céu. Estou com vocês, confiem em mim; deem importância ao que lhes transmito e verão nascer no horizonte da graça, através de Jesus, o amor que transforma e dignifica o homem. É para lembrar e mostrar a vocês as riquezas do Céu que me manifesto em toda a terra. (09/01/1996)

Meu filho Jesus, abrindo seu Coração a vocês, lhes forneceu a base segura para enfrentarem tanta desarmonia na face da terra por meio das palavras da bem-aventurança. Sejam, portanto, como Ele disse, bem-aventurados. Sejam bem-aventurados vocês humildes no espírito, porque o Reino do Céu lhes pertence. Sejam bem-aventurados vocês que derramam lágrimas no sofrimento, porque serão consolados. Sejam bem-aventurados vocês pacientes, porque a terra lhes será dada. Sejam bem-aventurados vocês que sofrem da fome do espírito, porque serão saciados na fé. Sejam bem-aventurados vocês que praticam a misericórdia, porque terão a de Deus. Sejam bem-aventurados vocês simples, sinceros e castos, porque terão a glória da presença do Senhor. Sejam bem-aventurados vocês pacificadores, porque serão chamados filhos do Altíssimo. Sejam bem-aventurados vocês que são perseguidos por causa da justiça, porque o Reino do Céu lhes pertence e a alegria, graça do Santo Espírito, deve ser o estandarte de vocês. E, finalmente, sejam vocês bem-aventurados quando sofrerem insultos e perseguições em nome do meu querido Jesus, porque é um sinal seguro de que são os continuadores do anúncio da Boa Nova. Meus filhos queridos, façam parte deste tesouro que Jesus coloca ao alcance de todos através deste discurso, e sejam bem-aventurados pela glória do seu Nome. (31/05/1994)

Por vontade de Deus, e como manifestação do Seu poder amoroso, a sua aliança se processa com a humanidade por meio da fé. Ele nos dotou de um cérebro pensante para que possamos através deste meio não ignorar Sua presença e trazer à terra as possibilidades de um progresso voltado para o bem. Eu e todos os santos do Céu somos produtos desta ligação, sem distorção de seu conteúdo, e conscientes desta ressonância de amor. (08/11/1994)

Meus filhos queridos, a interiorização levará vocês à santidade e à vida eterna. (24/01/1995)

Neste burburinho de ocupações supérfluas em que está envolvida a humanidade é difícil a prática da interiorização. Vocês dão ouvidos à voz do prazer e abafam o chamado do Céu convidando-os a se santificarem. Já disse e repito que o motivo de minha presença no meio de vocês é levá-los à santidade, e isto será possível se, ao dialogarem com Deus, deixarem a linguagem da lógica e usarem a da fé. (21/02/1995)

É meu intuito fazer ressoar novamente as palavras de Jesus sobre o que é ser bem-aventurado. O desfiar maravilhoso deste sermão se atualiza através dos séculos pelo seu conteúdo, e traz a vocês passo a passo o caminho que os levará a encontrar Deus no dia-a-dia e na eternidade. Meus amados, o meu Coração deseja vê-los bem-aventurados na simplicidade, dando graças pelo necessário, pois estarão ricos da misericórdia de Deus. O meu Coração deseja vê-los bem-aventurados no pranto sincero, para que sejam consolados no Céu. O meu Coração deseja vê-los bem-aventurados na mansidão e na humildade, para que possam encontrar, na força do amor, o poder de evangelizar toda a terra em nome de Jesus. O meu Coração deseja vê-los bem-aventurados na necessidade de serem corretos, porque serão recompensados pela Justiça Divina. O meu Coração deseja vê-los bem-aventurados no perdão, porque desta forma serão merecedores da misericórdia de Deus. O meu Coração deseja vê-los bem-aventurados com a alma limpa do pecado, porque verão diante de si o Deus que a tudo perdoa. O meu Coração deseja vê-los bem-aventurados cultivando a paz, porque serão considerados filhos do Altíssimo. O meu Coração deseja vê-los bem-aventurados quando perseguidos por causa da justiça, porque terão por merecimento o Reino de Deus. O meu Coração deseja vê-los bem-aventurados quando caluniados e perseguidos por causa de Jesus, e quando isto vier a acontecer estejam alegres, pois próxima estará a recompensa no Céu. Desejo transformar a terra fazendo renascer no coração da humanidade, com minhas palavras, minhas visitas e meus sinais, uma legião de bem-aventurados diante de Deus Todo-poderoso. (07/11/1995)

Por duas vezes, nesta etapa de minhas mensagens a vocês através de Belo Horizonte, lhes falei e pedi que fossem, em nome de Deus, bem-aventurados. Hoje, por mais uma vez, torno a lhes pedir: sejam bem-aventurados, porque vocês possuem Jesus no milagre eucarístico; e no Céu, este mesmo Jesus os espera pelo caminho da pureza do coração, pela mansidão, pela fome e sede de justiça, pela misericórdia e pela paz. (30/01/1996)

Fertilizem a terra com santidade e semeiem a esperança e o amor, e verão nascer em todo o mundo um grande jardim colorido de paz e justiça. (26/12/1995)

JumpBtn-150x150 

Eucaristia

Meus amados filhos consagrados ao serviço de Cristo, Jesus amou tanto a humanidade na pessoa de vocês que, antes de voltar ao Pai, elevou-os à dignidade de sacerdotes da Boa Nova e lhes deu o milagre da Eucaristia como garantia de Sua presença, para que dessem testemunho desse amor. Ele, tomando o pão e o cálice com vinho, deu-os a vocês num gesto que atravessa dois milênios, e pediu: “Fazei isto em memória de mim, até a minha volta”. Este gesto constitui o coração da Igreja, e consequentemente todo o anseio cristão. A Igreja é o Corpo de Cristo, portanto Ela participa intensamente do Sacrifício Eucarístico. Jesus, por Sua vontade e poder, transubstancia a matéria do pão e do vinho, e dá em cada partícula desta matéria seu Corpo e seu Sangue incorruptível e indivisível. Eis aí o grande mistério do qual vocês são participantes e responsáveis. Se vocês vacilarem na credulidade (sic) da transubstanciação, o gesto de Cristo perderá o sentido e a fumaça de Satanás turvará suas vistas, transformando-os em zumbis dentro do coração da Igreja palpitante de vida. A ruína sacerdotal maltrata o coração de Jesus e o Meu, porque é a negação do convite de Cristo a participarem desse ato de amor. Eu afirmo a vocês: a Igreja se oferece com os braços abertos, como Cristo na cruz, para que tão infinita misericórdia e tão grande graça não sejam tiradas do povo cristão. Meus queridos filhos, desejo que amem e respeitem a dignidade dos consagrados a Jesus, e desejo também que rezem muito para que não caiam na tentação da negação desta aliança misericordiosa. Rezem muito pelo Papa, que Eu tanto amo. (13/09/1994)

Meus filhos amados, manifesto meu amor visitando-os frequentemente. Esta graça me foi concedida pelo Altíssimo, numa época em que a tecnologia avança vertiginosamente, para testemunhar Seu poder e Sua glória, e também levar o maior número de almas, limpas do pecado da negação de Deus, à Sua presença. No meio de vocês, através da transubstanciação do pão e do vinho em todas as Missas da terra, meu Filho, numa eloquente e grandiosa aliança para com a humanidade, é uma realidade permanente. Ele é o Caminho e Eu, apenas um dos veículos de Suas graças. A presença de Jesus na Eucaristia é um fato proveniente exclusivamente de Sua vontade misericordiosa, independente da credulidade (sic) dos homens; e é através dela que acontece a sintonia entre o Céu e a terra. A prática eucarística é uma janela aberta para o Céu pelo Espírito Santo, que é o poder da Igreja de Cristo. Caríssimos, isto acontece por meio dos sacerdotes confirmados na Igreja Católica. Quantos, infelizmente, perderam o sentido do espírito, endurecendo seus corações e vendo em tudo isto um símbolo sem importância; e quando isto acontece, vocês são impedidos de entender como ofendem Jesus. Estou preparando-os para o Pentecostes que se aproxima. Não desejo vê-los condenados por negarem a presença de Cristo Eucarístico, e esta é, pois, a principal razão de minhas constantes visitas. Amando Jesus Eucarístico, todas as outras coisas boas virão por acréscimo. (17/05/1994)

Meus filhos amados, Jesus está vivo e operante no Pão e no Vinho transubstanciados pelas celebrações eucarísticas em todas as Missas da terra. Se vocês tiverem a fé necessária e desejarem agir com todo o poder conferido por Jesus, não faltarão argumentos teológicos para afirmar Sua presença real na Eucaristia. Ajam, e Ele se encarregará de provar esta verdade com milagres e prodígios. Meus filhos, Eu afirmo que, agindo com fé e coragem em proclamar ao mundo que Jesus é uma realidade no meio de vocês nas celebrações da Eucaristia, elas se tornarão fonte inesgotável de sinais de Sua presença curadora do corpo e da alma em todo o mundo. Não tenham medo, e verão renascer em grande profusão uma Igreja como era no princípio, repleta de graças pela ação vivificadora do Espírito Santo. (16/05/1995)

Meus amados filhos sacerdotes de Cristo, tornar Jesus presente no mundo é a missão de todos vocês, e através da luz do Espírito Santo é que a mente e o plano de Cristo estão sendo revelados na Igreja. Jesus, por meio da Eucaristia, entra na Igreja para dar força a Seu povo. (25/10/1994)

O Getsêmani de meu Filho continua em cada Sacrário da terra. (14/12/1993)

Jesus caminha ressuscitado entre vocês, e a dureza de seus corações não O reconhece. Jesus fala a vocês em todas as Missas e Sacrários da terra, e vocês, surdos ao divino, não escutam Seus apelos à conversão. (23/04/1996)

Que o Congresso que se realiza onde você está agora possa trazer a todo o seu país a vitória do Espírito Santo em lhes mostrar o discernimento de que Jesus Eucarístico é, verdadeiramente, o pão descido do Céu. (09/07/1996)

Por favor, não se afastem da Eucaristia. Através dela acontece o milagre da presença de Jesus diariamente no coração de cada um de vocês. Tudo o que lhes falo é muito simples. As coisas do Céu são simples. Deus não complica nada para que possa ser acessível a todos. Basta abrir o coração para que minhas palavras sejam compreendidas. (20/07/1993)

Quero também que, num esforço em conjunto, ajudem-me a propagar a verdadeira fé em Deus numa confiança pura e isenta de superstições. O Céu não aprova de maneira nenhuma o uso que fazem de objetos supersticiosos que os afastam da verdadeira ligação com Deus, que é a oração e a vida eucarística. (03/08/1993)

Amarrada à coluna do ódio, a humanidade se flagela inutilmente, saturada de tantos caminhos que levam vocês à desesperança. Filhos queridos, meu coração sangra ao vê-los agarrados a  tantos erros que os afastam do Céu e, consequentemente, da alegria de viver. Ao sentirem na carne os açoites da sensação de estarem perdidos, busquem conforto no bálsamo eucarístico. Tenham Jesus com vocês, e terão sempre o nascer de um novo e radiante dia cheio de esperança. (14/12/1993)

Meus filhos amados, a decisão de Jesus, há dois milênios atrás, de saciar pelo milagre aquela multidão faminta que ali fora para escutá-lo forneceu aos homens o exemplo do Seu poder; demonstrou Seu carinho por aqueles que estiverem dispostos a se alimentar da Palavra de Deus. Jesus pode saciá-los da graça, bastando para tanto que tenham confiança nele e sigam Seus ensinamentos. Jesus deseja alimentá-los para a vida eterna; por isso se multiplica em todos os Sacrários da terra. Eu lhes afirmo que ficarão saciados todos aqueles que, ao se aproximarem de sua presença eucarística, o fizerem com o coração disposto a fazer sua vontade. Esta é a razão por que realizo em toda a terra a multiplicação de minhas mensagens. O tempo é curto e quero vê-los alimentados em Cristo Jesus. Eu lhes darei o meu amor, multiplicado pela graça de Deus para abraçar toda a terra, se isto for necessário para a salvação de todos vocês. (06/08/1996)

JumpBtn-150x150 

Evangelho

Meus filhos, meu querido Jesus falou a todos os pecadores, de todas as raças e nações, e sobre todos mandou em abundância os dons do Espírito Santo. Ele habitou com vocês na terra nesse tabernáculo da carne, e deu testemunho de Sua divindade a todas as classes de homens. Meu Jesus ainda hoje fala a vocês por intermédio de Suas palavras providencialmente escritas e guardadas nos Evangelhos para que as possam ouvir sempre. Por isso é necessário que conheçam o Evangelho, porque nele Jesus nos deixou a ideia mais inteligível e nítida que Deus quer que tenhamos dele. Caríssimos, os Evangelhos são a rocha onde está plantada a Igreja de Cristo, onde nascem as águas vivas da salvação, que correm para a vida eterna. Os ensinamentos de Jesus nos Evangelhos estão ao alcance de todos os corações humildes que queiram aprender Suas preciosas lições. Eu lhes digo que, bebendo desta água viva, o Espírito Santo os levará aos pés de Deus por meio do meu filho Jesus. (31/01/1995)

Meus amados filhos, Jesus não veio ao mundo para ensinar coisas difíceis ou inacessíveis à nossa inteligência. Ele falou e fala através do Evangelho, com o qual traz o Céu ao coração mais humilde. Ele é realmente o único Mestre da humanidade. A sublimidade do Seu ensino é um caminho aberto a todos; por isso Ele veio para chamar os pecadores, e não os justos. Jesus procura quem necessita dele e pede Seu auxílio. Em Jesus, o gênero humano achou a sua unidade e, por conseguinte, o seu objetivo. Meus filhos, Jesus foi e será sempre a verdadeira solução do problema da vida. (14/03/1995)

Filhos queridos, a base da fé cristã se fundamenta em tudo o que Deus nos legou através de seus profetas, mensageiros e do que Jesus ensinou na prática do amor e da caridade. O Evangelho, sedimentado nas palavras de Jesus, é a fonte abundante de água cristalina onde todos podem sem sombra de dúvida saciar nossa sede de conhecimento do verdadeiro caminho à felicidade eterna. Façam uso desta fonte inesgotável e confiem em Seus ensinamentos. (17/08/1993)

Meus filhos, a Igreja passa por graves questionamentos, e sinto no coração uma tristeza enorme quando percebo em seus dirigentes a indisposição para escutar a minha voz. Esta é a razão pela qual me dirijo aos leigos no mundo todo. Filhos queridos, Eu insisto tanto para que vivam o Evangelho e sejam amigos da verdade. O anúncio dessas virtudes exige uma ação perseverante e concreta. Jesus desconheceu a prudência quando o momento era proclamar a verdade no meio de sua gente. Eu desejo a paz, mas inclino-me, renunciando a essa prudência, quando o momento é trazer a todos a luz de Cristo através de minhas mensagens. (18/04/1995)

Este continente desabrocha para a humanidade nesta nova fase, e a recuperação dos valores cristãos que nortearam a Igreja no princípio são imprescindíveis para o êxito da cristandade. Vejo tantas discussões teológicas acabarem infrutíferas devido a seus orientadores estarem demasiadamente comprometidos com interesses terrenos, cujas verdadeiras intenções são tão-somente adaptar o Evangelho à época, e não a época e o progresso ao que ensina o Evangelho. A modernização da Igreja é necessária. O progresso tem e deve ser usado pela causa da salvação. Entretanto, o emprego de seus ensinamentos provém do que Jesus ensinou através de suas palavras, e isso não foi dito para uma época, e sim para que a usemos até o final dos tempos. (10/08/1993)

Minhas palavras adquirem uma conotação infantil diante da massacrante onda modernista distanciada dos ensinamentos evangélicos. (14/09/1993)

Meus filhos amados, os ensinamentos de Jesus, revelados a vocês através dos escritos do Evangelho, são a fonte inesgotável onde borbulha a água cristalina da salvação. (…) Não fiquem atrelados a regras preestabelecidas por uma teologia interesseira, cujo intuito é desviá-los da realidade maior, que é constatar a Igreja imersa num descrédito sem precedentes na história. Esse estado de coisas tem que ser alterado com urgência. Meus filhos amados, Eu quero resgatá-los do cativeiro do pecado, trazendo até vocês a verdade revelada no Evangelho. Eu os amo muito. (09/05/1995)

A humanidade, hoje impregnada de fariseus, questiona a autoridade do Céu em abrir-lhes os olhos através de minhas constantes visitas à terra. Quantos, à margem da vida, necessitam da mão que os cure da desesperança, e esses fariseus nada fazem, em nome de uma desumana burocracia. Esquecem facilmente dos ensinamentos de Jesus, e num ato omisso engavetam o que ensina o Evangelho em prol de uma falsa obediência, que nada mais é do que a defesa de interesses próprios, e às vezes até obscenos. A Palavra de Jesus será nestes tempos, mais do que nunca, a Luz que os conduzirá aos caminhos de encontro à inteligência maior, que é Deus. (19/03/1996)

Aqui reside o motivo pelo qual tanto tenho insistido, alertando-os no meio onde vejo que a presença de Jesus deve ser sentida com maior nitidez. Não posso permitir que Suas palavras e ensinamentos contidos no Evangelho sejam diluídos pelas fantasias enganosas do progresso, que os iludem aceitando a prática de todos os vícios como naturais, chegando-se ao exagero de se perder totalmente a noção do pecado, que é um desrespeito às Leis Divinas. Cria-se um inferno na terra, fomentado pelos próprios erros da humanidade. São multidões famintas de um Deus cada vez mais distante, perdidas num deserto de vícios e fraquezas conduzidas pelo Diabo. Conscientizem-se da secura de seus corações, e deixem que Jesus os vitalize com seu Sangue precioso, onde a verdade e a honradez serão portadoras da felicidade e da esperança. Filhos meus, Eu os amo muito, por isso falo. (28/09/1993)

Meus queridos missionários, Eu os amo muito. Nestes primeiros dias do ano da terra de 1997, peço a todos que ressuscitem o espírito para a vida que se descortina sob a Divina Providência. Não se deixem levar pela desesperança que toma conta da terra, porque Deus está vigilante para resgatar aqueles que confiam na vitória do amor. Seria desnecessária a minha vinda até vocês se todos fizessem das palavras de Jesus um direcionamento ao amor fraterno. Entretanto, o que presencio é justamente o contrário: estão usando-as para lutas sociais. Essa é, pois, a razão de nestes tempos atuais acontecer uma humanidade morta às coisas do espírito, dando uma ênfase incondicional às coisas da matéria. É necessário que o Evangelho seja urgentemente ressuscitado entre vocês, na sua essência. (07/01/1997)

O mundo está passando atualmente por importantes transformações, em resposta ao grande progresso tecnológico conseguido principalmente nestas três últimas décadas. Entretanto, a Palavra de Deus é e permanecerá a mesma até o final dos tempos. Não existe dela interpretações que amparem os desmandos de costumes e a grande desagregação familiar tão comum nos tempos atuais. Façam uso das facilidades fornecidas por Deus através do sopro do Divino Espírito com maturidade. (22/06/1993)

Não usem de falsa ingenuidade que lhes forneça subsídios para os levarem a percorrer caminhos que desculpem um comportamento contrário aos ensinamentos do Evangelho. Todos somos responsáveis perante Deus sobre como encaminhamos nossa vida. (06/07/1993)

Jesus, ao ascender ao Céu, deixou a todos a promessa de Sua volta no final dos tempos. Quando o Filho do Homem vier em sua glória, acompanhado por todos os seus Anjos, sentar-se-á então no seu trono de glória. Não permitam que a ignorância às Suas palavras contidas no Evangelho os afaste do convívio desta promessa. Rezem e propaguem Suas palavras. (17/08/1993)

Filhos meus, com a graça e a permissão de Deus, venho até vocês no intuito de trazer ao coração de cada um uma centelha que seja do meu amor, para que se convertam em apóstolos e evangelizadores deste novo tempo que surge no horizonte. Desejo dar a vocês o caminho para conhecerem Jesus e Sua doutrina, para que encontrem a felicidade na terra e a tenham assegurada no Céu. São mensagens dirigidas a todos, pais e mães de família, jovens e velhos, independente da maneira como estão com suas vidas perante Deus. Jesus, o Divino Amor, desconhece barreiras humanas quando o intuito é salvá-los das garras do demônio. Filhos queridos, desejo estar com vocês até o último instante; para isto, necessito que estejam fortes em espírito e cheios de Deus em seus corações. (16/01/1994)

Caríssimos, é imprescindível que conheçam e estudem a Palavra de Deus pelos escritos do Evangelho. O cristão que desconhece esses ensinamentos tornar-se-á presa fácil do pecado nestes tempos guiados por uma enorme demonstração de força material, proveniente do grande avanço tecnológico nestas últimas décadas e nas próximas que virão. Meu filho Jesus, abrindo seu Coração a vocês, lhes forneceu a base segura para enfrentarem tanta desarmonia na face da terra por meio das palavras da bem-aventurança. Sejam, portanto, como Ele disse, bem-aventurados. (31/05/1994)

JumpBtn-150x150 

Igreja

Meus filhos amados, vejo neste final de milênio a barca de Pedro agitada em seu ápice pelo vento da apostasia. É necessário que todos vocês percebam, nesse mar revolto, a figura calma e tranquila de Jesus, que se aproxima de encontro à sua Igreja para lhes trazer a paz. Tenham fé e caminhem por cima dessas águas da incerteza, do desamor e de toda sorte de injustiças, de encontro a Jesus. No momento oportuno, mesmo quando a fé estiver mínima sobre a terra, Ele estenderá Sua mão para que não pereçam nas águas turvas do pecado. Estou na barca de Pedro para que, no meio desta tempestade promovida pelo vento do materialismo, possa infundir em todos a confiança de que Jesus está a caminho, e nada, nem a incredulidade reinante na terra, poderá deter Sua volta gloriosa, pois isso está previsto e assim se dará. Quando Jesus retornar, todo vento contrário cessará, e vocês reconhecerão o Filho de Deus em toda a Sua glória. (13/08/1996)

Caríssimos, sobre essa quantidade enorme de mensagens em todo o mundo a mim atribuídas, feliz será aquele que me reconhecer, não pela carne e nem pelo sangue, mas pela graça do Pai que está no Céu, que sou Aquela que esmaga a cabeça da serpente da soberba que os induz ao pecado. Deus, em Sua misericórdia, permite minha vinda à terra para lembrar a todos, mais uma vez, que a Igreja de Cristo sairá triunfante e nada interromperá seu curso na história tirando-os das trevas e guiando-os à Luz. Eu quero vocês edificados em Cristo, sobre a rocha inabalável da Igreja Triunfante, razão pela qual insisto tanto em falar-lhes através de mensagens e sinais. E, pela força do Amor de Deus, as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Usem do meu Rosário e do que lhes forneci neste período, que serão protegidos pelo Céu, quando a Justiça de Deus cair sobre a terra. Eu os conscientizei, dando-lhes como sinal o meu escudo; ensinei-os, com Jesus, a unirem nossos Corações em prol da Igreja, e lhes mostrei como chamar sobre vocês o Espírito Santo. Façam uso disso e me reconhecerão, no caminho da salvação, como aquela que deseja guiá-los ao Céu. (27/08/1996)

Meus filhos queridos, está chegando a hora do retorno de Jesus para resgatar a Igreja, antes que seja tarde demais. Presencio nestes dois milênios uma Igreja carcomida por uma gama vergonhosa de pecados, completamente absorta à terra, afastando-se do objetivo para o qual foi criada, que é direcioná-los ao Céu. Isto deixa meu espírito em estado de alerta, numa inquietante expectativa em mostrar-lhes, o mais rápido possível, os sinais evidentes do retorno glorioso do Cristo. Rezo por vocês, meus pequenos mensageiros no mundo inteiro, porque, entregues a esse covil de assassinos do espírito, que sacrificam e confundem suas mentes com embustes terrenos e demoníacos, levarão muitos a traírem a vontade divina em não mistificar minha presença na terra. O mal se alastra na Igreja e observo, desarmada por tanto desamor e infidelidade de seus bispos, arcebispos e cardeais, o meu prediletíssimo Filho, vítima inocente do poder emanado de uma maçonaria eclesiástica, cair indefeso diante da força ditada pelo interesse em levar ao trono de Pedro aquele que a governará pela iniquidade. Rezem para que a Divina Misericórdia do Pai se faça presente; caso contrário, não vejo como segurar por mais tempo o braço de Jesus. O meu tempo está chegando ao fim. (08/10/1996)

Meus filhos, a Igreja de Cristo deve ser para vocês a rocha inabalável onde se alicerça o caminho da salvação. (10/09/1996)

Meus filhos queridos, a Mesa Celeste se encontra servida para o grande banquete divino, e todos foram chamados a participar do encontro do Filho do Homem com Sua Igreja. Às vésperas disto se realizar, quantos se acham prontos para este memorável acontecimento? Uma grande parte do mundo, no passado, rejeitou as palavras de Jesus; e hoje são milhares os que ainda são surdos à Sua doutrina. Isto deixa a Igreja réu confesso deste pecado de omissão, que tanto alertei em 1917. Jesus deixará os insensíveis a este convite, por demais engalanados do pecado da soberba e despidos das vestes da pureza, prontos para enfrentar Sua Justiça, e fará entrar no recinto desta grande festa a enorme multidão dos rejeitados e esquecidos. Rezo por vocês, meus pequenos profetas mudos dos últimos tempos, ostentando dignidades clericais, porque calam e não têm coragem para enfrentar o poder que os intimida a alardear no mundo as insistentes visitas de Jesus e as minhas. Rezem para que a Divina Misericórdia do Filho se faça presente; caso contrário, considerável parte da terra sofrerá essa rejeição do Céu. O meu tempo se esgota, e somente o milagre da conversão em massa poderá salvar o mundo desta catástrofe iminente. (15/10/1996)

Meus amados, tudo que fizerem na terra com amor, em nome de Deus, será pesado no Céu. Por isso, façam boas obras para que Deus lhes retribua com Sua presença. Feliz é aquele que me reconhece como Aquela que, numa mediação ininterrupta nestes dois milênios, deixa derramar sobre o mundo agonizante de bons costumes o coração materno, e tenta salvá-los das rédeas do pecado. Sobre a pedra de Pedro, Jesus edificou Sua Igreja. Agora, nestes últimos tempos, Eu, sobre esta rocha varrida pelos ventos da incerteza e batida pelas ondas do desamor, tomo-a em meu seio materno para protegê-la da apostasia que ronda seus alicerces. Confiem em mim, porque o meu Coração segue triunfante para que as portas do inferno não prevaleçam nesta caminhada. (02/07/1996)

Meus filhos, Eu clamo a Deus para que a Igreja permaneça numa contínua e séria oração, e perceba que, com meus alertas e sinais, estou levantando em toda a terra o véu que encobre a apostasia nela implantada. Eu afirmo que ela já está assentada no seio da Igreja, abalizada por uma gama de ensinamentos de inúmeros teólogos que se colocam em aberta oposição ao Papa e aos ensinamentos da Igreja de Cristo. Vocês necessitam perceber que o grande ataque do demônio contra a Igreja tem seu ponto alto nesta era marcada pelo ateísmo. A Igreja, por isso, tem sido e continuará sendo provada até o final destes tempos. Caríssimos, o ódio de Satanás é dirigido contra mim, porque lhes dei Jesus, e consequentemente contra a Igreja nascida dele. Satanás usa destes tempos para transtornar a Igreja e implantar a grande apostasia. Tenho dito que a maior força do demônio é não permitir sua identificação, e que suas estratégias para arruinar a Igreja não sejam estudadas. Meus filhos, é imprescindível que orem, observem os Mandamentos de Deus e as doutrinas da Igreja para que possam ser testemunhas de Jesus. Clamem pela Misericórdia de Deus para terem ajuda e perdão pelos pecados. (11/07/1995)

A Igreja necessita de auxílio urgente na tarefa de evangelizar de acordo com os princípios ensinados por meu filho Jesus. Aos meus queridos filhos consagrados, Eu falo: vivam as palavras do Evangelho, pratiquem o que ali se encontra. A Igreja não pode de forma alguma se ajustar aos homens, porque a verdade e a justiça falam uma linguagem única em qualquer época ou situação. Não distorçam os ensinamentos recebidos, ajustando-os a situações falsas, enganosas, porque serão cobrados depois. (18/05/1993)

Meus filhos amados, vocês estão vivendo tempos confusos. Por isso venho ao mundo, para lhes trazer a paz e a luz de Cristo. Sejam mansos e humildes, porque somente desta forma a violência e a arrogância serão confundidas e abaladas. Uma grande confusão está prevista para a Igreja, mas se seguirem os meus conselhos e se ampararem na presença de Jesus na Eucaristia, muita coisa será evitada. Lutem com humildade, mas sejam firmes no propósito de levar o nome de Cristo com amor, caridade e disponibilidade aos necessitados. Eu estou presente para que sejam fortalecidos e não abandonem a fé. (04/04/1995)

Este continente desabrocha para a humanidade nesta nova fase, e a recuperação dos valores cristãos que nortearam a Igreja no princípio são imprescindíveis para o êxito da cristandade. Vejo tantas discussões teológicas acabarem infrutíferas devido a seus orientadores estarem demasiadamente comprometidos com interesses terrenos, cujas verdadeiras intenções são tão-somente adaptar o Evangelho à época e não a época e o progresso ao que ensina o Evangelho. A modernização da Igreja é necessária. O progresso tem e deve ser usado pela causa da salvação. Entretanto, o emprego de seus ensinamentos provém do que Jesus ensinou através de Suas palavras, e isso não foi dito para uma época, e sim para que a usemos até o final dos tempos. Se a Igreja na América Latina não tomar uma posição firme e bem ajustada a estes tempos, dificilmente sairá vencedora nesta batalha, pois estará abrindo espaço para seitas, modismos e uma infinidade de crenças destinadas a confundi-los e afastá-los da Misericórdia Divina. Uma era materialista se instalará, então, com violência assustadora. Minha influência se limita diante da incompreensão humana e da violência cada vez mais crescente. Nada posso fazer senão alertá-los através de minhas frequentes visitas, fazendo com que pressintam o perigo de uma devastadora onda de confusão que levará a Igreja a divisões e cismas. Eu falo porque amo, e por isso alerto frequentemente e dou sinais de minha presença. Nesta festa de minha Assunção, deem-me o presente de uma Igreja renovada dentro dos princípios com os quais Jesus a norteou no início. (10/08/1993)

Sobre a cabeça de Jesus pesam os pecados da humanidade. Sobre a negativa aos preceitos do Evangelho estão os espinhos que atormentam a cabeça da Igreja nestes últimos tempos. Jesus, diariamente vilipendiado, estende Seu sofrimento através dos séculos, terrivelmente acentuado nesta década pelo pecado da desobediência no âmago de Sua Igreja. Rezem pela paz entre vocês. (19/10/1993)

Sintam o Pentecostes incendiando seus corações para que, purificados por este calor, possam levar a verdade, em todo o seu esplendor, por todos os confins da terra. Rezem pela Igreja e ofereçam-se como voluntários nestes tempos difíceis em que a barca de Pedro, varrida pelo vento contrário, continua sua viagem ao encontro de Jesus, sem vacilar naquilo que defende como princípios cristãos a serem observados sem condicionamento. (26/10/1993)

Meus queridos, estou atuante no seio da Igreja, guiando-os amparada na misericórdia de Deus, que insufla seu Divino Espírito sobre a vela da barca de Pedro impedindo que a calmaria do pecado, da indolência e da preguiça sobre a prática de Seus preceitos não a estagne nas águas paradas e fétidas destes tempos difíceis e confusos. Eu lhes peço: não se esqueçam nunca dos ensinamentos da Igreja; eles provêm deste poder infinito. Guardem sempre a ponderação e a prudência, não as percam de vista; elas serão a vida da alma de vocês. Quando estiverem deitados, repousarão e não terão medo; o sono de vocês será tranquilo e sereno. (30/11/1993)

Caríssimos, vocês que foram marcados com o Sacramento da Ordem, prestem atenção às minhas palavras. O Senhor Jesus escolheu doze homens para transmitir a vocês a descendência de Seus ensinamentos, numa sucessão ininterrupta até estes tempos em que a ciência dos homens impera sem exceção. Eu peço veementemente a vocês: façam uso deste ato amoroso de Cristo na castidade, com o coração cheio de alegria. Vocês são o sal da terra, enriquecidos por Cristo, que lhes deu o Espírito Santo. Se foram consagrados para representarem Cristo na terra, preguem o Evangelho, usando deste privilégio com fé, confiança e discernimento; porque, imbuídos do caráter missionário da Igreja, vocês estão sob a autoridade de Pedro e seus sucessores; portanto, com a responsabilidade apostólica do rebanho de Cristo em todo o mundo. Jesus disse: “Apascentai as minhas ovelhas.” E Eu acrescento: não deixem que elas se percam pela indiferença a esta herança divina. Meus filhos queridos, para que possam purificar, é necessário que estejam puros; para aproximar Deus dos homens, é necessário que estejam vocês mesmos perto dele; para iluminar, é necessário que sejam o receptáculo da luz do Espírito Santo. A todos vocês com a graça do Sacramento da Ordem, Eu os conclamo a uma pastoral consciente do Ministério da Palavra neste continente, para que não venham a chorar sobre os escombros de uma evangelização deficiente e errônea. Por que não falo com a maioria de vocês? O que vocês têm feito para que seitas e deformações religiosas não progridam? Reflitam bem sobre estas duas perguntas e procurem respondê-las com coragem e sem subterfúgios. Façam uso do estandarte do amor, para que o Céu os ilumine. (27/09/1994)

Meus amados filhos, sacerdotes de Cristo, tornar Jesus presente no mundo é a missão de todos vocês, e através da luz do Espírito Santo é que a mente e o plano de Cristo estão sendo revelados na Igreja. Jesus, por meio da Eucaristia, entra na Igreja para dar força a Seu povo. É necessário deixar bem claro que ninguém, nem mesmo vocês têm o direito ao sacerdócio; a escolha é de Cristo; tudo está inserido no plano dele, e Ele é o comandante. Vocês foram convocados para liderar a Igreja de Cristo na verdade e para proteger as verdades desta Igreja. Desejo, portanto, que saibam que a missão da Igreja é evangelizar o mundo com os valores do Evangelho, e não permitir que o mundo a evangelize com os valores ditados pelo Diabo. Vocês são a imagem de Jesus, o mesmo que deu a Pedro, o pescador, as chaves da Igreja. Meus filhos amados, Eu sou a Mãe da Igreja e, como Mãe, não me calo diante de tantas incertezas induzidas a vocês pelo príncipe deste mundo. Eu rezo e peço a Deus por vocês. (25/10/1994)

Meus filhos queridos, desejo fazer de todos um reflexo da Luz que provém do Pai Celeste, mas para isto necessito do consentimento de vocês. Desejo que sejam um reflexo imaculado do poder divino. Venho pedindo há muito que rezem para que a Igreja seja renovada e estejam preparados para o retorno glorioso de Jesus. Este é o motivo pelo qual Eu e Ele nos manifestamos no mundo inteiro. O Espírito Santo deixa no meio de vocês o Seu sopro divino, para que não possam dizer nunca que não tiveram conhecimento dos nossos avisos e sinais. Por favor, não recusem o Espírito de Deus, porque Ele quer trazer para vocês o discernimento sobre todas as mensagens. (06/06/1995)

Meus queridos e amados filhos dedicados ao sacerdócio de Cristo na América Latina, vocês foram colocados por Deus e escolhidos para a grande missão evangelizadora deste continente. Ele está, por vontade Divina, predestinado a ser o embrião de uma nova e fértil obra redentora do anúncio da Boa Nova neste milênio que morre e no outro que desponta, cheio de incertezas a respeito da fé. Não será o bastante aqui chegar e ver se, à luz do Cristo Jesus, não souberem anunciar. O Evangelho primeiro necessita ser vivido para depois ser anunciado; caso contrário, vocês não terão dentro de si a força propulsora do Espírito Santo a guiá-los para a luz do Cristo Jesus. Eu fui, por vontade de Deus, escolhida para guiá-los nessa tarefa, mas isto somente terá sentido e resultados práticos se se conscientizarem da grande responsabilidade sacerdotal na qual vocês foram investidos pelo Sacramento da Ordem, para serem os pastores desse imenso rebanho. Eles querem conhecer um Deus que não mente nem mistifica, e isto tem que ser feito a partir do exemplo vindo da Igreja. Ao se reunirem, saibam que desse encontro um imenso rebanho espera uma resposta, e ela tem de ser dada com objetividade, alicerçada na verdade contida nos ensinamentos de Jesus. Jesus é simples, Sua Igreja foi fundada na simplicidade, e Seu amor misericordioso quer atingir a todos, tendo como lema a descomplicação das coisas para que todos possam entendê-lo. Se vocês não quiserem, por conveniência, escutar a minha voz de alerta, inevitavelmente escutarão a voz do príncipe deste mundo, representada por uma grande apostasia na Igreja neste continente. Pela quinta vez vocês se reúnem e, fazendo uma retrospectiva, respondam: puderam conter a grande onda que hoje invade a Igreja, levando milhares de almas a outras seitas ou aberrações religiosas? A Igreja de Cristo cresce quando vocês se reúnem, ou perde cada vez mais adeptos neste continente? A resposta a estas duas perguntas somente poderá ser encontrada num profundo e aberto exame de consciência. Nele vocês constatarão que tudo o que falo tem fundamento, e meus avisos, sinais e aparições, tidas por vocês exageradas e sem sentido, são em sua maioria verdadeiras, porque são necessárias. Vivam o Evangelho; sejam testemunhas vivas dos ensinamentos do Cristo. Caso contrário, dias virão em que estarão sozinhos reunidos, discutindo um Deus que há muito os deixou falando sozinhos para falar diretamente a um povo ávido que o procura. Eu os amo muito, por isso os alerto. (18/07/1995)

Meus filhos, inicia-se o mês de agosto. Com ele, deve-se iniciar um sincero e humilde pedido ao Pai que está no Céu, para que dê à Igreja na terra a graça das vocações a Seu serviço. Peçam a Deus, com o coração aberto: “Deus Pai, prostro-me a Teus pés, e com minha alma inteiramente absorta em Ti, peço que revitalizes o meu espírito com a Tua força, para que o meu pedido possa chegar até a Ti. Senhor, o rebanho é grande e são poucos os pastores. Não olhes a nossa negligência em não ensinar nossos filhos a amar-Te. Cobre-os com Tua misericórdia para que não imitem a nossa covardia e se coloquem a Teu serviço. Faze-os santos para que, na santidade, possam continuar o sublime ofício de nos dar Jesus. Dá-nos, Senhor, sacerdotes sinceros, corajosos e limpos do pecado para levar até os confins deste mundo, com dignidade, a palavra do Teu Filho sem distorção. Senhor, dá à Igreja filhos aptos a enfrentarem estes tempos, imbuídos da necessidade de evangelizar com amor, cumprindo e exortando a todos a cumprirem os Teus preceitos. Amém”. Filhos queridos, levem ao Pai este pedido, porque tempos confusos para a Igreja despontam no horizonte, e é imprescindível que ela esteja forte para enfrentá-los. (01/08/1995)

Meus filhos, vocês presenciaram na televisão um ataque frontal ao símbolo escolhido por Deus para representar a minha imagem na Igreja Católica em terras brasileiras. Eu lhes pergunto: qual a resposta que vocês podem dar para este procedimento? Examinem suas consciências; lá encontrarão, envolta num emaranhado de culpas e omissões na colocação da palavra de Jesus, na prática do amor e da caridade entre vocês a resposta à minha pergunta. A enorme evasão das fileiras católicas é certamente a consequência do desamor, do desconhecimento e do desinteresse de vocês no trato com o que Jesus lhes confiou: a sua Igreja. Jesus derrama sobre a terra com abundância as Suas graças, indistintamente entre pobres e ricos, entre católicos e não-católicos. Mas, infelizmente, são poucos os que retornam para, num profundo agradecimento, iniciando de novo o caminho, passar aos outros os frutos desse toque misericordioso de Deus. É necessário que o mundo saiba, através de vocês, católicos, que Jesus é uma presença real na Igreja. Os irmãos afastados estão tendo uma visão distorcida do Evangelho, e a dor está sendo a resposta a esse desinteresse em defender esta verdade. Fico triste por vocês não poderem responder, com o poder da fé, a esses irmãos. Será que terei de lhes fornecer um argumento maior para as minhas constantes visitas à terra? Tenho insistido para o fato de que, se não for feito agora um exame de consciência e uma minuciosa reflexão que os leve a um aprofundamento da fé, estarão logo envolvidos em conflitos religiosos com desastrosas consequências para a Igreja, pois o despreparo de vocês para enfrentar seitas e deformações da fé está se tornando cada vez mais acentuado. Meu coração de Mãe chora por vocês. (17/10/1995)

Tenham confiança que, por fim, após este Getsêmani da Igreja Romana, haverá o nascer de um novo e venturoso dia para a glória do Cristo Jesus. (21/11/1995)

A humanidade, hoje impregnada de fariseus, questiona a autoridade do Céu em abrir-lhes os olhos através de minhas constantes visitas à terra. Quantos, à margem da vida, necessitam da mão que os cure da desesperança, e esses fariseus nada fazem, em nome de uma desumana burocracia. Esquecem facilmente dos ensinamentos de Jesus, e num ato omisso engavetam o que ensina o Evangelho em prol de uma falsa obediência, que nada mais é do que a defesa de interesses próprios, e às vezes até obscenos. A Palavra de Jesus será nestes tempos, mais do que nunca, a Luz que os conduzirá aos caminhos de encontro à inteligência maior, que é Deus. (19/03/1996)

Nunca me senti tão apreensiva como agora, à vista do novo milênio que se aproxima, com a Igreja tão dividida, tropeçando em seus próprios erros. Apesar disso, proclamo mais uma vez: o meu Coração Imaculado triunfará. (13/05/1993)

JumpBtn-150x150 

Predições e Promessas

Eu sou a Mensageira Celeste que os prepara para receberem Jesus em Sua glória. (19/12/1995)

Meus amados, aproxima-se o dia em que Aquele que comanda com suave jugo estará entre vocês, e desejará achar o coração do homem aberto para recebê-lo. Bendito seja Jesus que vem a nós, realizando em sua plenitude a vontade do Pai que está no Céu. Venho à terra para lhes mostrar Jesus e toda a sua Obra Redentora realizada através do amor, da paz e da justiça. Jesus deseja entrar em triunfo no íntimo do homem. Para que isto aconteça, abram caminho à paz interior, dando vazão aos pensamentos e ações sob Seu comando. Se souberem receber Jesus, reconhecendo-o como o eco da voz de Deus na terra, terão na eternidade a felicidade de ouvir a do Criador de todas as coisas. Eu os quero à beira do caminho quando Jesus passar em Sua glória. Esta é, pois, a razão por que tanto os exorto a viverem minhas mensagens. (02/04/1996)

Meus filhos, todas as semanas aqui estou trazendo palavras de esperança, conduzida pela força propulsora do amor proveniente de Deus. É uma forma de amor que não conhece limitações e ultrapassa o entendimento humano. Em razão deste amor misericordioso, chamo a atenção de vocês para o final dos tempos, quando os Anjos do Senhor virão para separar os justos dos pecadores. É meu desejo que os corações de vocês não se confundam e nem se inquietem, porque na casa do Pai Celestial as moradas são infinitas, e Jesus as preparou para que sejam recebidos conforme suas obras. Sou a mediadora para que esta advertência e esta promessa sejam lembradas. Convém, pois, que isto seja colocado bem claro na mente de vocês para que vivam na retidão, quando então, depois de passado este tempo, o Reino de Deus será entregue. Necessito de vocês uma conversão urgente, profunda e sincera para que meu Coração triunfe nesta batalha. (23/11/1993)

Meus amados e queridos filhos, Eu peço a vocês com insistência em todo o mundo: amem-se e façam penitência, porque a Justiça de Deus estará presente na vida de vocês de modo inesperado. O mundo encontra-se envolto em pecado, e é necessária a purificação. A árvore que não der bons frutos será cortada e lançada ao fogo. Estejam, pois, preparados para esse dia, que somente Deus sabe a hora. Peçam e deixem-se levar pelo Espírito Santo para que possam, iluminados pela luz do amor, criar na terra as condições necessárias para que a Misericórdia de Deus também se faça presente em toda a sua plenitude. Eu hoje lhes falo; entretanto, estejam vigilantes, pois uma voz mais poderosa do que a minha breve lhes falará, e os que estiverem limpos diante de Deus serão batizados com o fogo abrasador do Espírito Santo. Eu sou a voz que clama onde avança o deserto da indiferença às coisas do Céu, na esperança de vê-los algum dia no Paraíso. (12/12/1995)

Quero triunfante comigo o maior número de almas possível. Ouçam a voz do Céu conclamando a humanidade à prática do amor para evitar uma guerra de proporções muito maiores do que já viram. A purificação da humanidade virá desta forma se meu apelo não for atendido. (13/05/1993)

Filhos amados, minhas visitas não teriam sentido se não fossem acompanhadas de palavras de esperança. Eu sou a Mensageira da Esperança, e meus constantes alertas e sinais são meu apelo premente à conversão, e para que acreditem e reconheçam a primazia de Deus em todos os atos e direcionamentos da humanidade. Estou em campo de batalha, lutando ao lado de vocês para que vençam e reconquistem o lugar que por direito de herança divina lhes pertence. Me sinto no dever de comandá-los, porque conheço a força do inimigo e sei como derrotá-lo, se deixarem que Eu os conduza nesta peleja. Leiam e recapitulem o que lhes passei sobre as Leis de Deus, porque lá contém todo um direcionamento que os levará à presença de Deus. Eu lhes garanto: escutem-me, e terão Jesus. (23/08/1994)

Meus filhos, convertam-se e rezem para que outros o façam, porque o dia da Grande Purificação desponta no horizonte e atingirá toda a humanidade, independente do credo que praticam. Estejam unidos para que possam, numa cadeia amorosa, ajudar a todos nessa conversão que tanto peço. Não os quero amedrontados, porque isto não será um castigo, mas uma imensa graça que o Pai Celeste derramará sobre a terra. Nesse dia vocês verão passar, por um relance diante dos olhos, todas as faltas cometidas contra as Leis de Deus. Estejam preparados e usem da confissão como o meio eficaz que atenuará enormemente o impacto dessa ação purificadora do Criador. Somente poderei ajudá-los se quiserem ser ajudados. (02/05/1995)

Vocês estão vivendo a era em que tudo é permitido. O Apocalipse aproxima-se de sua fase final, e soa, no raiar deste novo milênio, a hora onde tudo nele contido será cumprido. (04/07/1995)

Tomem cuidado para não serem enganados pelo diabo. Uma grande dor se aproxima, e tudo isso que hoje sofrem por causa das mensagens de Jesus e das minhas é a prova de que o que foi escrito para o final destes tempos está sendo cumprido. (…) Tenham confiança que, por fim, após este Getsêmani da Igreja Romana, haverá o nascer de um novo e venturoso dia para a glória do Cristo Jesus. (21/11/1995)

Jesus estará com vocês, em Sua glória, a qualquer momento. Portanto, estejam preparados para recebê-lo com o coração repleto de amor. (05/12/1995)

É chegado o momento do ajuste de contas, e a justiça de Deus se fará presente para que a terra seja purificada. Meus filhos, meus apelos à conversão são uma constante em minhas mensagens em todo o mundo, porque desejo vê-los purificados pelo arrependimento e pelo amor, e não pelo castigo que ronda esta geração. (02/01/1996)

Meus queridos filhos, com minhas palavras desejo transformá-los em pescadores de almas, pois o Reino de Deus se fará presente em toda a terra, em sua plenitude, a qualquer instante. (23/01/1996)

Jesus quis dar ao mundo, no final de Sua vida pública, uma demonstração do Seu poder, tirando do túmulo Lázaro. Neste final de milênio, Ele deseja mais uma vez mostrar esse poder, ressuscitando pela força do amor todo o gênero humano, independente da cultura ou credo, para recebê-lo em Sua glória. (26/03/1996)

Queridos e amados filhos, a vitória de Cristo sobre a morte deve ser para vocês o aval seguro que lhes garante a eternidade. De nada significaria a vida se Deus não resgatasse seu Filho predileto da morte. Para isto humanizou-se, para nos dar vida, e vida em abundância. Com minhas visitas e sinais, quero dar testemunho da vida eterna. Desejo que tenham confiança na promessa de Jesus. Nestes últimos tempos, estou afastando aos poucos a pesada pedra do túmulo, onde muitos desejam, numa louca e insana corrida ao materialismo, encerrar a fé, para que percebam que se encontra vazio; com minha intervenção, Eu a ressuscitei no mundo inteiro em nome de Cristo, que está no Céu. O meu amor por vocês é grande e forte para esta tarefa. Tenham confiança e vivam o que lhes digo. (09/04/1996)

Eu sou a Mulher que pisará a cabeça do dragão da apostasia, para que tenham Jesus e reconheçam nele o eterno Mestre da Galileia que abrasa o coração do justo e aplaca a ira de Deus ante o ímpio. Eu irei restaurar a terra no amor, para que reconheçam Jesus na trilha deste sentimento. (23/04/1996)

Neste pouco tempo que me resta para alertá-los, aqueles que puderem ouvir, que ouçam: Jesus enviará à terra os Anjos do Céu para colocar um fim à iniquidade que infesta a seara divina. (23/07/1993)

Meus filhos amados, o Reino de Deus é um tesouro que se acha escondido no coração de cada um de vocês, e é também a pérola preciosa da bem-aventurança. Todos, sem exceção, somos diante do Pai que está no Céu aqueles peixes que, estando na malha de Sua vontade divina, estarão prontos a serem escolhidos ou rejeitados para o grande banquete celeste. Eu os alerto que a terra se encontra a caminho de uma definição desse conceito, para que esses tesouros do espírito sejam reconhecidos, pois está próximo o momento da separação do que é bom e do que é ruim. Todos aqueles que se sentirem tocados pelo Espírito Santo devem sem demora compartilhar com o próximo esses tesouros, porque vocês podem transformar a terra e mudar o rumo da história se escutarem o que o Céu lhes avisa. Ainda é tempo de buscarem o tesouro do Reino de Deus, desde que se submetam ao comando do Espírito Santo. Antes que seja tarde demais, façam uma reflexão sobre estas palavras, e compreenderão o que quero lhes dizer. (30/07/1996)

O ano da terra de 1996 esgotou-se, e nesta noite o meu pensamento se volta inteiramente para o gólgota desta época de confusão e descrédito, onde se instalam as cruzes da desesperança destes últimos tempos. O meu Coração, cheio de amor, deseja ardentemente tirá-los dessa agonia do espírito. Entretanto, é necessário que, para que isto se concretize, deixem de ofender a Deus. Como estive de pé ao lado da cruz onde pendia meu querido Jesus, estarei também de pé ao lado de vocês nestes tempos de provações que despontam no horizonte. Acreditem no poder da reconciliação com Deus, porque é o único caminho para a paz no mundo. (31/12/1996)

Deixem o olhar fixar-se no infinito, e confiem naquele que um dia ascendeu ao Céu. Ele retornará em glória no intuito de encaminhá-los às bem-aventuranças. Façam-se discípulos de Jesus, a personificação do amor, para então recebê-lo na terra dignos dessa batalha vencida pelo Seu precioso Sangue, porque por esse mesmo Sangue serão resgatados definitivamente das garras do demônio. Não se deixem enganar por efêmeras ascensões produzidas por aquele cujo único propósito é ludibriá-los com interesses terrenos e pecaminosos. Jesus ascendeu ao Céu para construir, em cima da verdade, o caminho de volta, trazendo até vocês a vida e o seu Reino para sempre. (14/01/1997)

Peço a Deus Todo-poderoso que permita que o Espírito Santo desça sobre vocês num grandioso Pentecostes nestes últimos momentos de minhas visitas à terra. Desejo estar com vocês neste cenáculo de amor para que o discernimento aflore, e então possam fazer, com tudo o que lhes passei, um caminho de paz até o encontro definitivo com Jesus. (21/01/1997)

Deus, o Grande Juiz, está pronto, e a Sua Justiça se fará sentir muito em breve. Rezo por vocês, meus queridos mensageiros da verdade, para que façam dos dons do Espírito Santo um escudo protetor contra as ciladas e investidas do demônio. Rezem para que a Divina Misericórdia do Espírito Santo se faça presente, fornecendo o discernimento; caso contrário, a onda de confusão que está varrendo a terra tomará proporções incontroláveis. O meu grito de alerta está se tornando um longínquo sussurro devido àqueles que passam todo o tempo em busca do extraordinário. É chegada a hora em que terei de deixá-los. Entretanto, o meu Coração Triunfante baterá forte no peito de todos vocês que viveram as minhas mensagens e compreenderam os meus sinais. (22/10/1996)

Fui levada ao Céu por desejo do Pai Todo-poderoso, e sua Divina Misericórdia permitiu que Eu passasse na terra, até o final destes tempos, o necessário para evangelizá-los com amor. Quis assim oferecer a minha ventura a Deus e, com minhas visitas e sinais na terra, resgatá-los ao Céu, para que possa, no raiar do novo tempo que se aproxima, prostrar-me diante do Seu infinito poder e apresentá-los como troféu da minha co-redenção. A submissão à Sua vontade divina vence a morte e sobe ao Céu para dar testemunho na terra de Sua glória. (28/01/1997)

JumpBtn-150x150 

Espiritualidade x Materialismo

A minha morte para as coisas terrenas diante de tanto amor misericordioso ainda repercute em todo o mundo, e minha alma vive por isso na eternidade. (20/12/1994)

A falta de moral deseja explicar o Onipotente Criador de todas as coisas pela razão, e a ciência sem Deus quer excluí-lo do pequeno e limitado raio de ação das recentes descobertas, como se isto fosse possível. Tenham em mente que Deus será sempre qualquer coisa de demasiado grande para que o espírito das criaturas terrestres O possa conceber. Deixem que Deus toque com a Sua graça o coração de vocês, e tudo terá explicação e sentido pela fé. (04/07/1995)

Meus amados filhos, neste burburinho de ocupações supérfluas em que está envolvida a humanidade, é difícil a prática da interiorização. Vocês dão ouvidos à voz do prazer e abafam o chamado do Céu convidando-os a se santificarem. Já disse e repito que o motivo de minha presença no meio de vocês é levá-los à santidade, e isto será possível se, ao dialogarem com Deus, deixarem a linguagem da lógica e usarem a da fé. Vocês lidam com a lógica para explicar o extraordinário; isto dificulta sentir a presença de Deus, porque ela (a lógica) funciona como um circuito fechado dentro da mente de vocês, razão pela qual, desta forma, nunca poderão entender a linguagem do infinito. A lógica serve muito bem para usos práticos de todos os tipos, mas não para uma realização pessoal mais profunda. Para o conhecimento e a percepção daquilo que não se explica pela razão, o caminho é a fé e a interiorização. É um caminho aberto a qualquer um; no entanto, é necessário querer segui-lo para que as portas do infinito se abram e conheçam o extraordinário. Meus filhos, Eu desejo ser para vocês a intercessora neste diálogo com o Céu, porque os amo muito. (21/07/1995)

Quando vocês crescem na interioridade, o mundo e o universo deixam de ser limitados pela razão, porque o espírito alça voo ao infinito numa busca obstinada a Deus.

Meus queridos e amados filhos, foi colocado por Jesus que a palavra que procede de Deus será sempre para o homem o alimento do espírito, assim como o pão será sempre o alimento para a matéria. Procuremos então fortalecer-nos no espírito, para que no equilíbrio possamos oferecer uma resistência consciente diante do poder e da cobiça humana. Meus filhos, estou na terra para que olhem para o Céu e num ato de amor ofereçam a Deus, em adoração, a confiança de tê-lo como Pai, a esperança da vida eterna a Seu lado e a certeza do Seu olhar misericordioso, que nos libertará de todas as tentações em nome do Cristo Jesus. (27/02/1996)

Filhos amados, apesar da resistência de muitos, estou criando no mundo uma poderosa cadeia de fé que culminará num grande derramamento do Espírito de Deus sobre a humanidade. Farei estabelecer em toda a terra uma grande corrente de espiritualidade. Para isto é necessário que peçam e recebam o Espírito Santo, e fortificados por Ele possam fazer barreira à onda maligna da incredulidade que ameaça escravizar o mundo. O Céu os visita, e bendito é aquele que crê sem jamais ter visto coisa alguma. Muitos creram porque me viram. Entretanto, é plano do Céu que Eu impulsione a fé dando sinais em diversos locais da terra, para que encontrem com maior rapidez o caminho da espiritualização. Quando Jesus repreendeu Tomé porque somente acreditou depois que viu, é porque quis dar ao mundo o verdadeiro sentido de nossa jornada na terra. Temos que servir a Deus em espírito, para termos condições de fazer maravilhas na matéria impulsionados pela fé. Jesus já forneceu à humanidade provas bastantes de Sua divindade. Cabe-nos agora valorizá-las em espírito, para que possamos transformar a terra num grande oásis de paz. (16/04/1996)

Seria desnecessária a minha vinda até vocês se todos fizessem das palavras de Jesus um direcionamento ao amor fraterno. Entretanto, o que presencio é justamente o contrário: estão usando-as para lutas sociais. Essa é, pois, a razão de nestes tempos atuais acontecer uma humanidade morta às coisas do espírito, dando uma ênfase incondicional às coisas da matéria. (07/01/1997)

Ouço dizer em toda a terra: se quem lhes fala é Maria, que faça então um grande milagre para que acreditemos. Ao invés de criarem polêmicas desnecessárias, por que não procuram estudar minhas palavras, alicerçados no que Jesus ensinou e nas conversões em todo o mundo que delas provêm? Ao ser erguido na cruz, meu Filho, vítima do poder reinante, para que fizesse uma demonstração do Seu poder também escutou: “Se és o Cristo, desce daí!” Estendam o olhar à história de minhas visitas à terra, e perceberão que todas foram e continuam sendo até hoje vítimas da incredulidade. Meus filhos amados, não prometo prodígios que possam satisfazer o ego materializante enraizado na humanidade. Tenham paciência e procurem viver as palavras de Jesus e as minhas. Encontrarão nelas o bálsamo reconfortante da promessa do Cristo Jesus àquele que nele confiou, na agonia da cruz a Seu lado: “Hoje mesmo estarás comigo no Paraíso”. Não se deixem envolver em discussões desnecessárias, cujo intuito é entretê-los com coisas desprovidas de conteúdo. Eu estou ao lado de vocês, acima de qualquer conceito teológico movido pela razão para explicar o que faço na terra. Eu os conclamo a formarem uma muralha que os proteja da incredulidade, para que possam ser dignos das promessas do Cristo, escarnecido pelos príncipes dos sacerdotes ao pé da cruz. (28/11/1995)

Bem-aventurados serão os que me ouvirem e entenderem o sentido de minhas palavras, porque elas têm um objetivo único: fornecer a vocês fertilidade espiritual. Quando vocês me ouvem e não entendem, é porque, levados pela lógica, são induzidos a rejeitar o divino, e minhas palavras morrem. Quando vocês me ouvem e não me dão importância, é porque, induzidos por interesses terrenos, não permitem que minhas palavras criem raízes profundas, e na superficialidade permanecem trancafiadas pelo egoísmo mundano. Quando vocês me ouvem e, sob suspeita e incredulidade, as colocam no prisma das dúvidas desnecessárias e sem fundamento, estes cuidados estarão condenando-as à ótica da terra, não à do Céu; por isso, ficarão estéreis. Eu lhes peço: não sejam cúmplices das trevas; vivam as minhas mensagens, e terão diante dos seus olhos as revelações da Luz de Deus. (16/07/1996)

Filhos amados, estamos no início de um período pascal, e peço uma profunda reflexão do que é ressurgir em Cristo. Observem minhas mensagens: Eu os encaminho ao encontro com Jesus, vivo e ressuscitado, triunfante sobre a morte para dar-lhes vida, e vida em abundância. Eu os encaminho para a Luz, não às trevas. Se vocês amarem as coisas deste mundo, terão somente desejos e aspirações terrenas, porque com o espírito voltado para baixo, passageiro e fugaz será o que conquistarem. Se vocês aspirarem ressurgir em Cristo, visando às coisas do Céu com o espírito voltado para o alto, perene será a conquista. Meus filhos, ressuscitem dentro de vocês o que está morto pelo pecado, e terão diante de si a vida eterna. (05/04/1994)

O desapego consciente aos bens terrenos é necessário para que cada um alcance a presença de Deus, e se quiserem realmente que isto aconteça, não sejam escravos das paixões materiais, para que, conduzidos pelo Santo Espírito, alcem voo ao princípio de tudo, que é o Criador. (16/08/1994)

Quero que sintam o Espírito Santo iluminando todo o psiquismo de vocês, porque Ele quer levá-los a se renovarem pelo conhecimento do extraordinário. Caríssimos, acreditem que Deus é a alavanca no cérebro de vocês, que moverá e transformará o mundo pelo poder da fé. (07/02/1995)

Meus filhos, percorro a terra pedindo a conversão, para que almejem a convivência com Deus e se mantenham afastados do pecado. A porta dos prazeres terrenos é larga e escancarada, para que a desejem com os olhos do mundo. A porta do Reino de Deus é pequena e estreita, e deve ser ultrapassada com os olhos do espírito, deixando prevalecer a vontade do Pai Celeste. Procurem, vivendo o Evangelho e participando da Eucaristia, entrar pela porta estreita. Desta forma estarão caminhando de encontro à vida eterna, na companhia de Deus e de seus Anjos. (29/08/1995)

Meus queridos filhos, Eu peço a vocês, com toda a clareza d’alma: acreditem que serão ressuscitados em Cristo. Portanto, criem laços eternos no Céu, pois os da terra são de pouca duração. Estejam unidos ao Espírito do Altíssimo, façam da oração o laço duradouro e verão brilhar, no íntimo de cada um de vocês, o esclarecimento do que é viver na terra objetivando a vida no Céu. (14/11/1995)

Vocês estão vivendo uma época marcada pela indiferença aos avisos celestes, e muitos serão tragados pelas águas do desespero. É tática do príncipe da terra deturpar os sinais do Céu para confundi-los, e nestes finais dos tempos atinge também o coração da Igreja. São teólogos e autoridades eclesiásticas levados pelos caminhos da razão, exortando-os à inércia a esses sinais. Vocês, com isso, estão se tornando surdos aos avisos e cegos aos sinais vindos do Céu. A humanidade avança numa louca corrida de encontro ao abismo do materialismo. É necessária uma mudança de hábitos que os conduza à santidade com urgência, pois quando as águas do pecado assumirem proporções diluvianas, tarde será clamar por clemência. Jesus estará com vocês em Sua glória a qualquer momento. Portanto, estejam preparados para recebê-lo com o coração repleto de amor. (05/12/1995)

Não existe coisa pior para o aprendizado da alma do que o apego exagerado às coisas materiais. Através da oração e da sinceridade ao se dirigirem a Deus, aos poucos o dom do desprendimento irá se formando entre vocês. Rezem e peçam a Misericórdia Divina neste sentido. (16/03/1993)

Meus filhos, Eu abracei por amor a causa da salvação e quero abrigá-los sob meu manto. Deixem-me ajudá-los. Entreguem-se a Deus, numa opção sem contestações. Acreditem que o Céu, a confiança em Deus e a observância de Suas Leis são o caminho do retorno à Luz do Pai; e a terra, com suas preocupações mundanas a absorvê-los, é o inverso que os levará aos braços do domínio das trevas. Eu sou Mãe e, como toda mãe, espero-os com meu Coração aberto para recebê-los no Céu, onde somente a felicidade ocupa lugar para adorar o Deus Criador. Pouco é o tempo e muito o que fazer para que seja criada na alma de cada um de vocês uma barreira que impeça o avanço destruidor do demônio. Não me desapontem no meu ato de amor pela humanidade. (10/05/1994)

Meus filhos, toda a sociedade que não busca, à luz do Evangelho, respeitar o que vem de Deus e que não valoriza o homem em sua essência tornar-se-á materialista e ditadora. Eu os amo muito. (05/07/1994)

Meus amados filhos, a cobiça da carne rebaixa o espírito, por isso Deus a proíbe. O ser humano é corpo e especialmente espírito, e a luta que se trava entre eles é consequência da perda da pureza através do pecado da desobediência. A personalidade moral das pessoas reside naquilo que brota do coração, pois é dele que procedem todas as intenções humanas. Assim vocês, para verem a Deus, devem ser puros de coração, e a pureza deve provir do pudor que defende o íntimo do próximo. A concupiscência carnal desenfreada e voltada apenas aos prazeres materiais é indigna, humilha e explora o corpo humano. Através da oração, da prática da caridade e da temperança, vocês terão o autodomínio sobre estas fraquezas. Meus queridos, as qualidades espirituais devem ser preservadas, pois os aproxima de Jesus, que veio a este mundo para ressaltar ao máximo estes valores. Todo aquele que olha para alguém com desejo libidinoso peca e ofende a intimidade dessa pessoa. Eu os quero fortificados em Cristo, por isso lembro a todos o preceito da pureza e do pudor de sentimentos. (09/08/1994)

Meus filhos, Eu estou totalmente repleta do conhecimento que Deus me proporciona; portanto, estou apta a alertá-los. Se não fizerem do poder pensante uma arma voltada para o bem, terão diante de vocês a força destruidora do descontrole. Aos que detêm o poder, a técnica e o conhecimento científico na terra, Eu chamo a atenção: vocês estão vazios de Deus e construindo o caos. (07/11/1994)

Meus amados filhos, administrar os bens terrenos em prol da justiça torna-se para o homem um dever perante Deus, o Senhor desses bens. Não somos donos da terra. Deus quer que façamos essa administração levados pelo amor ao próximo. Deus quer também que a façamos confiantes em Seus enviados, que nos alertam da necessidade de agir pela caridade e não pela avareza e pela soberba. Ele conhece nosso interior e sabe que, quando damos ouvidos aos prazeres do mundo, não escutamos Seus profetas. Deus conhece o poder materializante com o qual estamos envolvidos, razão pela qual deseja que o conheçamos movidos pela espiritualidade e pela plena consciência de que o que temos não é nosso, e se nos coube administrar esses bens, temos que fazê-lo na justiça e na retidão. Meus filhos queridos, não os quero separados de mim pelo abismo do pecado. Amem-se, para que Eu possa colocá-los ao lado do eterno Pai. (03/10/1995)

Enche, Senhor, de coisas boas os corações famintos de Tua presença, para que os ricos de coisas da terra tenham consciência da pobreza de espírito em que vivem e percebam o Teu afastamento. (20/12/1994)

As consequências de uma vida dedicada somente às coisas da terra produzirão frutos efêmeros e desprovidos de sabor, porque destinam-se inexoravelmente à morte, dentro das limitações impostas pela matéria. Cuidem da vida eterna, onde nada será modificado. Plantem e colham bons frutos destinados ao gozo eterno, porque Deus nos criou para participarmos do Paraíso, e vocês têm que reconhecer na bondade divina a necessidade de reconquistar esta herança perdida. (27/07/1993)

JumpBtn-150x150 

Conselhos e Advertências

Queridos filhos, vivam com todo o fervor o que lhes passo e divulguem minhas mensagens. Daqui sairá todo o esplendor do meu Coração Imaculado se meu pedido for atendido. Peço-lhes isto com o carinho e o zelo de Mãe: propaguem e vivam o amor. (16/02/1993)

Não meçam esforços no sentido de amar, principalmente aqueles que, encontrando-se nas garras do materialismo e da soberba, desconhecem a força do amor. O amor é contagiante e, quando vivido plenamente, arrasta multidões ao Céu. (05/11/1996)

Deus é amor. Por isso, Deus perdoa e deseja que vocês façam o mesmo com seu próximo. Perdoar setenta vezes sete, perdoar sempre, é a regra áurea da felicidade em estar seguro com Deus. O amor é a alavanca que moverá o mundo em direção à paz; e perdoar será sempre a base segura dessa alavanca. Jesus amou a humanidade e deseja continuar amando-a infinitamente, e faz do perdão o caminho para que o Seu diálogo amoroso com o coração das pessoas aconteça até o final dos tempos. Se não souberem perdoar, não saberão nunca avaliar a extensão do amor de Deus. (17/09/1996)

Filhos queridos, não existe nada que mais desconcerta uma personalidade voltada para o mal do que a força do amor. Esta força cria em volta de vocês uma barreira intransponível, somente acessível a sintonias benéficas. Façam uso deste remédio antes que a doença da insensibilidade às coisas de Deus tome conta da alma de vocês e a cura seja impossível de ser conseguida. (15/06/1993)

Hoje necessito lembrar-lhes da caridade. Pratiquem sempre o bem entre vocês. Onde existe a caridade, existe Deus. Onde a caridade e o amor desaparecem, Deus também desaparece. Prestem atenção: vocês conhecem o exterior; somente Deus conhece o coração. Façam o bem sem esperar nada de volta, porque somente no Céu haverá a verdadeira recompensa. Foi sem nada cobrar da humanidade que Deus amou a cada um. Façam o mesmo: amem-se e mostrem-se caridosos com todos. (15/06/1993)

Deixem Jesus tomar vida na vida de vocês; façam dela uma ressurreição diária. Ressuscitem os valores cristãos esquecidos, são joias preciosas condenadas ao esquecimento pelo progresso sem Deus. Ressuscitem o amor, a fé simples sem rebuscamentos, a singeleza da criança que cada um de vocês traz escondida em algum lugar do coração, e gritem sem medo: “Meu Deus, eu acredito no Teu amor e Te tenho como Pai; o Senhor é minha força e meu auxílio”. (26/10/1993)

Sejam leves como a pluma levada pelo vento, para que flutuem num êxtase de amor e, envolvidos pelo costume da oração sincera, possam perceber que Deus é real e está ao lado de vocês desejando ser reconhecido em tudo que os envolve. A humanidade cada vez mais materializada caminha no sentido inverso ao Céu, numa procura infrutífera, no inferno do desamor e da violência, de um bálsamo às suas dores. Olhem para o alto, para o infinito, para a luz; lá reside a Esperança e seu nome é Jesus. (26/10/1993)

Não tenham medo; deixem Jesus no comando de suas vidas; usem da ousadia da fé para que o amor faça o milagre da vida ter sentido. (25/01/1994)

Meus amados, tenho pedido constantemente que acreditem em Deus e tenham fé em Sua presença. A fé é a única porta que os levará ao contato com o Reino de Deus. Jesus foi firme e objetivo quando dissertou sobre a qualidade e a quantidade da fé. Se a tivermos, nem que seja numa ínfima parte do nosso coração, poderemos mostrar ao mundo grandes prodígios. Isto nos esclarece que, com fé, podemos mudar o comportamento humano e transformar a terra. (10/10/1995)

Necessito de vocês uma conversão urgente, profunda e sincera para que meu Coração triunfe nesta batalha. (23/11/1993)

Desejo exortá-los a uma vivência pascal ativa e inteiramente voltada a uma mudança radical de tudo que os afasta de Deus. É tempo de libertação do espírito de toda forma de escravidão. Esforcem-se a uma libertação de hábitos fúteis para que Eu possa lhes proporcionar um maior contato com o Céu. O caminhar terreno será um eterno deserto de buscas ansiosas e sem propósito se isto não for feito dentro deste contexto. (13/04/1993)

Eu sou a Mensageira da Esperança, e meus constantes alertas e sinais são meu apelo premente à conversão, para que acreditem e reconheçam a primazia de Deus em todos os atos e direcionamentos da humanidade. (23/08/1994)

Meus avisos e sinais, pedindo uma conversão sincera e uma união entre vocês, devem ser encarados com seriedade, e quem tiver ouvidos que os ouça. Eis a razão por que deixo mensagens em todo o mundo e encarrego a muitos a tarefa de transmiti-las. (23/05/1995)

Meus queridos, é meu intuito que vocês, numa cristalina mudança de vida, mostrem a todos que o mesmo Senhor que em mim fez maravilhas fará em toda a terra ressoar mais uma vez o Magnificat se meus pedidos forem atendidos, pois desejo levá-los a um “Sim” sem contestação à Sua vontade. (25/07/1995)

Meus filhos, meus apelos à conversão são uma constante em minhas mensagens em todo o mundo, porque desejo vê-los purificados pelo arrependimento e pelo amor, e não pelo castigo que ronda esta geração. (02/01/1996)

A todo momento meu Filho se vê coroado de espinhos, resultado da vida desregrada e do total abandono pelo qual são tratadas a prática da fé, da esperança e da caridade. A cada dia perde-se totalmente a noção do pecado.  (16/03/1993)

Eu os visito a cada dia em todos os pontos da terra, levando minha mensagem de carinho e também um sinal de alerta. A iniquidade tomou conta do mundo, onde tudo é permitido. (23/03/1993)

A noção do pecado não existe mais. Tudo é permitido, e milhares de almas se perdem por causa disso. (13/05/1993)

A noção do pecado praticamente não existe, e mais uma vez Sodoma se instala. Sejam vocês o oásis de paz, para que Deus volte Seu olhar misericordioso e os poupe da destruição. (15/02/1994)

Nos tempos atuais, a palavra “diabo” é quase sempre usada de maneira leviana, como uma metáfora, e quase nunca como a descrição de um ser espiritual independente e maléfico, e isto é perigoso. Devido a este modo de agir, a maior e a mais terrível influência que agora cai sobre a humanidade está sendo a glorificação do ódio. (10/01/1995)

Queridos filhos, quero instalar no coração de cada um a chama ardente do amor à Sagrada Eucaristia. Porém, somente através do jejum e do sacrifício às pequenas futilidades do dia-a-dia isto será possível. (16/02/1993)

Filhos queridos, nesta tarde exorto-os à oração e à penitência, numa entrega humilde e sincera a Deus. Deixem que Eu os conduza. O meu Coração Imaculado os guiará a meu filho Jesus. (23/02/1993)

Filhos meus, como posso estar tranquila vendo tantos de vocês em desarmonia? Como não me preocupar vendo tanta injustiça e desamor na face da terra? Insistentemente peço a penitência e a oração. (23/03/1993)

Se desejam estar serenos e tranquilos, rezem. Através da oração e do jejum isto será alcançado. Façam jejum de tudo o que é supérfluo. (30/03/1993)

Eu estou com vocês a todo momento. Ajudem-me a levar a paz a todos através da oração e da penitência. (30/03/1993)

Hoje estou aqui, e sempre estarei para que vocês, filhos queridos, tenham força e audácia para abraçar com amor a causa da justiça e da conversão sem limites. Meu Filho deseja levá-los ao Céu, e para isto é necessário conhecê-lo. Através da Eucaristia, isto é possível. Ele quis estar com vocês até o final dos tempos. Através do jejum, da confissão e da penitência, meu Filho vive em vocês. Não tenham medo; rezem para que Eu possa ajudá-los nesta tarefa.  (06/04/1993)

Este país tem, pela graça de Deus, a responsabilidade da Palavra Divina neste continente. Estabeleçam, através da oração, penitência, vida sacramental e da caridade, bases sólidas para a estabilidade da paz, porque sem ela isto será impossível. Tudo pode ser modificado pelo poder da oração. Rezem e ofereçam a Deus sacrifícios neste sentido. (27/07/1993)

A intimidade com Deus somente é possível através da oração, da pureza e da caridade. Se vocês não procurarem esta intimidade por estes meios não a terão de forma alguma, e darão lugar ao materialismo, luxúria e total falta de amor fraternal. Como programar o futuro baseado nesses valores? É fácil deduzir que o caos se instalará. Meus filhos, Deus quer falar a cada um; procurem esse diálogo. (14/09/1993)

Queridos filhos, vistam-se com a alvura da castidade e da santidade para que Eu possa guiá-los a Deus. Somente poderei ajudá-los a encontrar meu filho Jesus contando também com a ajuda de vocês. Através da Eucaristia Eu os espero confiante. (23/02/1993)

Filhos queridos, a maior sabedoria está na humildade em aceitar prontamente os desígnios divinos. Não façam barreiras neste propósito. Sejam tranquilos e transparentes, para que a força vivificadora do Espírito Santo resida em cada um de vocês. (23/02/1993)

Sejam persistentes na prática da Eucaristia, no jejum, na reza pelo menos do Terço do meu Rosário. Aí encontrarão forças necessárias para enfrentar estes tempos. (21/11/1995)

Não se abstenham de conhecer as doutrinas da Igreja e as obrigações do Estado, para que possam, com certeza, defender a sociedade e conduzi-la com sabedoria. A Igreja é forte quando seus membros, imbuídos da responsabilidade do conhecimento de seus preceitos, defendem-na nas horas oportunas. O Estado é seguro quando seus representantes conhecem estas doutrinas, porque espelham seus atos e obrigações sociais nestes princípios. (07/12/1993)

Meus filhos, é imprescindível que orem, observem os Mandamentos de Deus e as doutrinas da Igreja para que possam ser testemunhas de Jesus. Clamem pela Misericórdia de Deus para terem ajuda e perdão pelos pecados. (11/07/1995)

Abram a Bíblia, façam uso do Evangelho, usem das palavras de Jesus, vivam Sua doutrina dia após dia em suas vidas. Não deem chance ao mal. (26/11/1996)

Eu lhes afirmo: o homem é o escultor do seu futuro, e mais uma vez sinto-me apreensiva vendo multidões de jovens entregues a péssimos artífices. Sou repetitiva em meus argumentos para levá-los à verdade, à vida plena de amor fraternal e a princípios sem os quais não chegarão de forma alguma à bem-aventurança; isto porque este é o único caminho. Neste final dos tempos me inquieto, e minha voz será ouvida em todos os cantos da terra contra esses desmandos que nada valem, senão incutir na personalidade da juventude a semente podre e brocada da desonestidade, da luxúria e da falta de caráter. Deixem de lado distrações que não lhes deem respaldo para uma retomada de autoridade sobre seus filhos; isto porque é através de vocês que eles projetam seu futuro. Já lhes disse: jejuem da televisão, clubes, casas de perdição, espetáculos grotescos de danças inspiradas pelo demônio que inquietam suas almas. Perdem-se horas a fio nestes antros dirigidos pelo Diabo, e sentem vergonha, preguiça ou cansaço com poucos minutos diante de Jesus no milagre eucarístico, à disposição de vocês todas as horas do dia ou da noite durante séculos e séculos. (16/11/1993)

Meus filhos, esta semana todo o país se agita num pandemônio sem precedentes, onde tudo é permitido. A ordem é colocada de lado para ceder lugar à desordem desenfreada. Meus filhos, isto os desumaniza e os brutaliza. Igualam-se a animais irracionais, e por causa disso quantas almas se perdem neste inferno instalado na terra, onde impera a luxúria e o prazer. Eu peço aos poucos que conseguem raciocinar nesta Sodoma que rezem pela paz e pelos que se entregam ao domínio do Diabo nestes dias. (28/02/1995)

Jesus dá uma elevada importância à família santificada com a presença de Deus, pois nela está a semente donde germinará esta paz que tanto peço. (03/01/1995)

JumpBtn-150x150 

Obra Missionária

Queridos e amados missionários do meu movimento, no crepúsculo deste milênio e ao raiar da aurora de uma nova Igreja, renovada e ampliada dentro dos princípios que a nortearam no início, minha voz de comando se fará ouvir em toda a terra através das mensagens com as quais serão estabelecidos escudos contra toda investida demoníaca. Vocês estarão sob a minha assistência, desde que permitam o meu comando através de uma entrega completa e amparados, incondicionalmente, no poder reparador da prática da confissão, jejum, Eucaristia e a reza do Terço, que tanto amo e recomendo. Tenham fé em Deus e, unidos à Igreja de meu filho Jesus, em completa obediência às doutrinas estabelecidas, meu exército caminhará triunfante, sem receio de derrota, porque é chegado o momento decisivo de uma tomada de consciência que norteie a humanidade rumo ao encontro definitivo com o Céu e dê um basta à violência que envolve toda a terra. Recomendo: 1 – Obediência às doutrinas da Igreja e uma estreita união ao Papa; 2 – A prática do jejum e confissão; 3 – Assistência eucarística diária, se possível; 4 – Amor fraternal; 5 – Reza do Terço, diária; 6 – A proteção fornecida pelos Anjos, em 13 de outubro (Medalha Missionária) e sua divulgação; 7 – Um encontro mensal, para que se conheçam e se amparem mutuamente, evitando desta forma a dispersão tão desejada por Satanás. Onde estiverem, sejam mansos e humildes de coração, mas firmes nas decisões. Nos momentos difíceis, sentirão minha presença e meu comando, e isto lhes dará força. Não se preocupem com situações e dificuldades materiais, porque desde que tenham confiança na Providência Divina, para a qual sou mediadora, tudo se arranjará. Aos que desejarem o ingresso neste exército, terão minha bênção e especialmente o amparo celeste, desde que sigam rigidamente as regras básicas do bom comportamento cristão. Tragam almas ao Céu! Vamos, juntos, salvar o maior número possível de pessoas que, sem esta ajuda, estarão irremediavelmente condenadas ao Inferno sob o comando de Satanás. Não permitam que isto aconteça! (04/06/1993)

Aos meus filhos que em breve terão sobre si a responsabilidade de representar Jesus na terra, falando e agindo por Sua Igreja, lembro que, junto à graça proveniente desta opção, vem o peso da cruz. Nestes tempos, grandes desafios terão que ser enfrentados com coragem e altivez, porque será uma época marcada por um pequeno espaço de tempo onde a presença de Satanás tornar-se-á redobrada, apesar de imperceptível a vocês. Eu, porém, em contrapartida, redobro minha vigilância. Confiem; estarei presente até o final deste tempo. (13/07/1993)

Filhos e filhas, leigos do meu movimento, a vocês deixo palavras de amor e esperança, mas também um responsável alerta. Somente o amor constrói, e é necessário levantar os alicerces de uma Igreja renovada dentro deste princípio o mais urgente possível. Minha voz ecoará sempre em prol dos ensinamentos evangélicos puros em seu conteúdo. Ouçam-me, ouçam-me bem: trabalhem para uma Igreja alicerçada, para que possam construir uma base sólida onde tenham condições de defendê-la de ataques reformistas sem propósito, que visam tão-somente seu descrédito e sua ruína. (13/07/1993)

Minhas visitas são para que possam mais facilmente compreender que Jesus está presente entre vocês, como sempre esteve em toda a história da Igreja. Através de uma graça infinita de Deus, falo, e é necessário que me escutem e libertem-se de falsos conceitos que visam tão-somente desestabilizar todo o sentido de minha Obra nestes tempos decisivos. É a Igreja que se anima neste Pentecostes grandioso fornecendo conforto materno, convidando-os a receber os dons do Espírito Santo para que façam maravilhas. (27/07/1993)

Eu envio vocês a darem testemunho do que falo, para que possam livrar o mundo de todos os males do corpo e do espírito em nome de Deus. Meus queridos, a messe é grande, mas o espírito missionário infundido em vocês por mim deve florescer e cobrir toda a terra num corajoso projeto de conversão. Não desanimem, estou com vocês; e depois, o espírito de minhas palavras e sinais será o farol seguro a iluminar-lhes o caminho em direção ao Céu. (18/06/1996)

Estou feliz, e desejo passar a vocês um pouco desta felicidade. O que consigo é pouco diante do que é necessário, mas de extrema importância para minha Obra. Queridos e amados filhos, a causa maior de minha vitória sobre as forças do mal se resume em uma única palavra: amor. Eu os amo muito, e agradeço a Misericórdia Divina em poder estar com vocês para que saibam que o Céu os assiste. Há muito que fazer nesta árdua tarefa de levar a humanidade a compreender que, sem Deus, nada é possível. Com as orações e sacrifícios de vocês, adquiro uma força cada vez maior para este movimento em prol da salvação de milhares de almas. Não abandonem a esperança, e continuem firmes. O mundo precisa das orações de vocês. (31/08/1993)

Caríssimos, acompanho passo a passo, com muito amor, o desenrolar de minhas mensagens, que num crescendo vêm aos poucos colocando-os por meio de minha assistência em contato com as riquezas do espírito. Vocês acharão sentido no que lhes transmito se refletirem sobre tudo isso com o coração voltado ao que ensina o Evangelho colocado em prática e amparados na Eucaristia. Minhas palavras se perderão, misturadas a outras cujo propósito é confundi-los, se isto não for observado com atenção. Vocês são para minha Obra como a pequenina semente de mostarda, que com muito carinho conservo em terra fértil, regada com o sangue precioso do meu querido Jesus. Esta sementinha tão pequena, mas preciosa, dentro em breve estará germinando, crescendo e dando outras sementes para que, semeadas em locais diferentes pela sua origem, produza uma linhagem capaz de enfrentar os tempos que se aproximam e possam defender a Igreja onde ela demonstra maior fragilidade: a modernização distanciada do que ensina Jesus. Eu os preparo para novos tempos. Ouçam-me e façam-se apóstolos desta era que chega ao fim. Coloquem agora seus corações em consonância com o Céu e meditem comigo. (26/10/1993)

Caros e amados portadores do meu estandarte missionário, que a cruz seja para vocês o sinal da esperança, do amor e da caridade. Não deixem Jesus morrer no coração de vocês, e onde estiverem sejam o reflexo da Ressurreição. Façam da cruz o escudo contra o mal. Eu estou atenta e conduzindo-os. Ouçam-me, e verão o mundo transformado, comandado pelos ensinamentos do Evangelho. Que nesta festa do Natal Jesus ache aconchego no coração de cada um de vocês e lhes proporcione paz. (14/12/1993)

Meus filhos, Deus nos criou para a vida eterna, razão pela qual enviou seu Filho ao mundo para que lhes desse provas disso. O Espírito Santo dá a vocês a possibilidade do discernimento sobre essa revelação, para que todos os que acreditarem que Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida sejam salvos. Eu, repleta do Espírito de Deus, desejo também levar a vocês o fluido abrasador dessa verdade, para que possam nortear suas vidas em direção a Deus. Tenho pressa para que conheçam Deus, porque o meu tempo se aproxima e quero levá-los ao Céu. Refaçam com urgência suas vidas, e coloquem a oração em primeiro lugar para que Deus possa falar com vocês. O mundo não estará perdido se agora, num processo de conversão, levarem a todos os confins da terra o exemplo do amor fraternal. A violência e o desamor tomam conta da terra, mas o processo pode ainda ser revertido, se me ajudarem nesta Obra Redentora. (04/06/1996)

Meus queridos e amados filhos, não tenham medo diante de tanta confusão instalada pelo Diabo para levá-los a desistir de participarem do plano de Deus em salvá-los através de minhas mensagens e sinais. No tempo certo, tudo que está encoberto será colocado à vista de todos, para que reconheçam onde está a mistificação. Vocês valem muito para Deus. Para todos aqueles que, com coragem e perseverança, afirmarem publicamente que aderem à minha Obra Missionária na terra, Eu os mediarei no Céu. Tenham paciência e fé, porque nada acontece na terra sem que Deus o permita no Céu. (25/06/1996)

Meus amados, Eu semeio entre vocês a Palavra de Deus e lhes ensino como empregá-la no cotidiano. Algumas caem em terreno fértil e frutificam; outras, em terreno inóspito, e sem nenhuma chance morrem. Muitas estão direcionadas a um terreno que necessita ser trabalhado, para que brotem e deem frutos. Entretanto, todas são direcionadas à Obra Missionária que tento infundir na terra nestes últimos tempos. Por vontade de Deus, numa maior intensidade falo em terreno fértil, onde foi dado pelo Espírito de Deus conhecer um pouco dos mistérios do Reino dos Céus para que sejam repassados a quem isso não foi possível ser revelado. Bem-aventurados serão os que me ouvirem e entenderem o sentido de minhas palavras, porque elas têm um objetivo único: fornecer a vocês fertilidade espiritual. (16/07/1996)

Meus filhos, tenho-lhes falado tanto. Entretanto, o campo de minhas palavras se acha infestado pelo joio da incredulidade. Deus está permitindo que esse joio cresça junto na seara de minha Obra Missionária, para que não se corra agora o risco de, junto com a má, ser também arrancada a boa semente. Neste pouco tempo que me resta para alertá-los, aqueles que puderem ouvir, que ouçam: Jesus enviará à terra os Anjos do Céu para colocar um fim à iniquidade que infesta a seara divina. Tenham confiança em Deus e em mim; o joio será, no tempo certo, arrancado e lançado nas chamas do inferno. (23/07/1996)

Caríssimos filhos, quem desejar salvar sua alma é necessário que esqueça de si mesmo e viva inteiramente para fazer na terra a vontade de Deus. Quem desejar ingressar nas fileiras do meu exército em favor da Igreja de Cristo, coloque à frente de tudo a caridade, viva o Evangelho, as minhas mensagens, e tenha um fervor eucarístico sem limites; renuncie ao supérfluo e a toda sorte de coisas mundanas, e tome o mais urgente possível o caminho do amor fraterno. Eu lhes mostro, com minhas visitas, que de nada valerá a vida na terra se não for direcionada ao convívio com Deus. Jesus voltará, e vocês serão recompensados segundo o que foi feito em prol da paz no mundo. (03/09/1996)

Meus filhos, a Igreja de Cristo deve ser para vocês a rocha inabalável onde se alicerça o caminho da salvação. Em cima da segurança dessa rocha, quando os ofenderem por causa de minhas mensagens, procurem mostrar com caridade a quem os ofende o caminho do Céu através delas. Procedam com resignação e carinho, e não façam alarde dessa ofensa. Se os escutarem, estarão com paciência conquistando almas ao Céu. Caso contrário, se nesse primeiro contato não obtiverem sucesso, insistam, estando com vocês outras pessoas, para que deem testemunho do que sentiram com minhas palavras e sinais. Se isso for inútil, mostrem-lhes na trilha da Igreja o ponto em que tanto insisto: que vivam as palavras de Jesus contidas no Evangelho. Se, depois de tudo isso, continuarem sofrendo a barreira da indiferença, tratem-nos igual, porque corações endurecidos pela descrença serão sempre estranhos ao Sagrado Coração de Jesus e à vitória do meu Coração Imaculado. Deus, em Sua infinita misericórdia, saberá no tempo certo, usando do Seu critério divino, colocar-se diante deles para que a fé vença a descrença reinante na terra. (10/09/1996)

Meus queridos missionários, Eu os amo muito. Apresentem Jesus àqueles que ostentam poder na terra. Eu desejo que isto seja uma das metas do Grupo Missionário, no sentido de colocar o Evangelho na sociedade abastada. O poder necessita conhecer Jesus, para que possam realizar na terra, pelo poder e vontade de Deus, o milagre da destruição do pecado da soberba pela força do amor. Mostrem-se aos poderosos com Jesus no coração, e verão o amor e a justiça nascerem triunfantes no seio da humanidade. (19/11/1996)

Meus amados filhos, a Justiça Divina, por transcender em tudo à razão, não pode e nem deve ser questionada, porque somente o Pai que está no Céu saberá distribuí-la na terra. O Reino do Céu anunciado por Jesus se compara a um grande campo criado por Deus, com a terra pronta para o cultivo. Todos, sem exceção, somos chamados para o trabalho do plantio da semente do amor, e a recompensa será sempre a eternidade com o Criador de todas as coisas. A vocês, meus pequenos operários dos últimos tempos, façam desse trabalho uma bandeira imaculada. A Igreja necessita viver o amor, para vencer a barreira da iniquidade. Deus os escolheu para serem os últimos. Façam da graça dessa escolha um hino de louvor ao dono dessa seara divina, onde somente o amor floresce e produz frutos. (24/09/1996)

Eu abençoo a todos que com o coração abraçam a minha Obra Missionária, e peço que não tenham medo. Estou acolhendo a cada um de vocês no meu Imaculado e Triunfante Coração, e peço a Jesus que também o faça. (13/06/1995)

JumpBtn-150x150